top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

Wilson solicita imóveis da União sem uso no AM para transformar em moradias para cerca de 500 famili

Governador detalhou projeto, que faz parte do ‘Amazonas Meu Lar’, em reunião na Superintendência de Patrimônio da União em Brasília

 

O governador Wilson Lima reforçou, nesta segunda-feira (29/05), a solicitação de pelo menos quatro espaços do Governo Federal que estão sem uso no Amazonas para destinar a projetos de moradias do Estado. O pedido, já oficializado anteriormente, foi reiterado pelo governador junto à Superintendência de Patrimônio da União (SPU), em Brasília. O projeto faz parte do programa estadual de habitação Amazonas Meu Lar.

Segundo o governador, os pedidos já haviam sido protocolados pelo Governo do Amazonas, por meio da Superintendência Estadual de Habitação (Suhab), para obter dois prédios - ambos na área central de Manaus - e mais dois terrenos - um na zona centro-oeste da cidade e outro no município de Itacoatiara (a 176 quilômetros da capital). Os quatro espaços estão sem uso e, segundo a Suhab, já há projetos do Estado para eles.

“Inicialmente a gente trouxe uma proposta que inclui, aproximadamente, 500 famílias beneficiadas com essa ação. A gente trouxe alguns projetos e a equipe está começando a fazer essa avaliação. Daqui a 20 dias, mais ou menos, a equipe deve estar no estado do Amazonas para conhecer alguns projetos que a gente tem de habitação e também para visitar esses prédios para que a gente possa avançar nessas tratativas”, explicou Wilson Lima.

 

O governador Wilson Lima, acompanhado do superintendente de Habitação no Amazonas, Jivago Afonso, do secretário de Estado de Desenvolvimento Urbano e Metropolitano, Marcellus Campêlo, do secretário da Casa Civil, Flávio Antony, e da secretária de Relações Federativas e Internacionais, Inês Simonetti, foi recebido pelo secretário da Secretaria do Patrimônio da União, Lúcio Andrade; pela secretária-adjunta da SPU, Carolina Stuchi; e pelo superintendente do Patrimônio da União no Amazonas, Mauro Leno.

 

Amazonas Meu Lar

Na ocasião, o governador Wilson Lima apresentou à SPU o programa Amazonas Meu Lar, lançado pelo Governo do Estado este ano e que pretende alcançar mais de 22,1 mil soluções de moradia definitivas, com investimentos de quase R$ 4 bilhões. Já considerado o maior programa habitacional da história do estado, a previsão de execução é de quatro anos, com a estimativa de gerar 51 mil empregos diretos e indiretos.

O governador lembrou, ainda, que o Estado está reassentando, aproximadamente, 2,4 mil famílias das comunidades da Sharp e Manaus 2000, beneficiadas pelo Programa Social e Ambiental de Manaus e Interior (Prosamin+), obra com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Até o início de maio, 594 famílias já haviam sido reassentadas com bônus moradia, auxílio moradia ou fundo de comércio.

 

Wilson Lima destacou, ainda, a entrega em abril deste ano, do primeiro residencial do Prosamin+. Com investimentos de R$ 11,7 milhões do Estado, o Parque Residencial General Rodrigo Otávio beneficiou 32 famílias. A entrega marcou uma nova identidade ao programa, criado há 16 anos, já que os novos residenciais são entregues pelo Governo do Amazonas regularizados, com habite-se e título definitivo.


0 comentário

Yorumlar


bottom of page