top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

V√≠deo ūüďĻ Hist√≥ria mal contada da morte de Fabiane SS √© investigada pela PC de Manacapuru e desvendado ap√≥s a pris√£o de quatro suspeitos da excurs√£o. "O plano saiu de latroc√≠nio a execu√ß√£o"



PC-AM deflagra segunda fase da Operação Silêncio dos Inocentes e prende homem que desovou corpo de Fabiane Silva da Silva, 23 anos, vítima de latrocínio, roubo seguido de morte. O crime ocorreu dia 31 de janeiro de 2024, em Manacapuru, no Ramal do Acajatuba, acesso pro ramal da Onça.


A vítima foi morta por traficantes que tinham como objetivo utilizar a sua casa como ponto de venda de drogas.



A Pol√≠cia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Interativa de Pol√≠cia (DIP) de Manacapuru (a 68 quil√īmetros de Manaus), deflagrou, na quarta-feira (22/05), a segunda fase da Opera√ß√£o Sil√™ncio dos Inocentes e prendeu Jairo Leite da Silva, 27, conhecido como ‚ÄúJogador‚ÄĚ, pelo envolvimento no homic√≠dio qualificado de Fabiane Silva da Silva, que tinha 22 anos. O crime ocorreu no dia 31 de janeiro deste ano, no mun√≠cipio.


Conforme o delegado Mauro Soares, titular da unidade policial, o ‚ÄúJogador‚ÄĚ √© apontado nas investiga√ß√Ķes como a pessoa que deu apoio aos autores do crime no transporte do corpo da v√≠tima, do ramal do Calado para o ramal do Acajatuba, onde o cad√°ver da v√≠tima foi desovado.



‚ÄúNa primeira fase da opera√ß√£o, prendemos Carlos Eduardo Cerdeira Braga, 27, chamado de ‚ÄúDudu‚ÄĚ, e Maik da Silva Honorata, 30, autores da morte da jovem. Eles a assassinaram na pr√≥pria casa dela, pois s√£o traficantes e tinham como objetivo utilizar o im√≥vel como ponto de venda de drogas‚ÄĚ, disse.


Segundo o delegado, no decorrer das investiga√ß√Ķes, foi identificada a participa√ß√£o de Jairo e, com o cumprimento das medidas cautelares, foi representada a pris√£o preventiva dele. O indiv√≠duo foi preso no bairro Nova Manac√°, no munic√≠pio.



Jairo Leite da Silva responderá por homicídio qualificado e associação criminosa e ficará à disposição da Justiça.



PRIMEIRA FASE DA OPERAÇÃO SILÊNCIO DO INOCENTE


A Pol√≠cia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Interativa de Pol√≠cia de Manacapuru, juntamente com o Departamento de Pol√≠cia do Interior (DPI), deflagrou no dia 26 de abril, a Opera√ß√£o Silencio do Inocentes, que resultou nas pris√Ķes de tr√™s indiv√≠duos envolvidos em crimes de homic√≠dio, tr√°fico de drogas, recepta√ß√£o, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e associa√ß√£o para o tr√°fico. As pris√Ķes ocorreram no bairro S√£o Jo√£o do Miriti.

A a√ß√£o contou com o apoio do Departamento de Investiga√ß√£o sobre Narc√≥ticos (Denarc) e Coordenadoria de Opera√ß√Ķes e Recursos Especiais (Core-AM). Na ocasi√£o, foram cumpridos cinco mandados de pris√£o tempor√°ria e seis mandados de busca e apreens√£o.


De acordo com o delegado Mauro Soares, da DIP de Manacapuru, as investiga√ß√Ķes iniciaram em torno da morte de Fabiane, o que resultou nas pris√Ķes dos envolvidos.


‚ÄúForam iniciadas as investiga√ß√Ķes e constatada a identifica√ß√£o dos envolvidos na a√ß√£o criminosa. Com base nisso, foi representada √† Justi√ßa pela pris√£o tempor√°ria de Maik da Silva Honorata, 30, e Carlos Eduardo Cerdeira Braga, 27, chamado de ‚ÄúDudu‚ÄĚ, e tamb√©m de seis mandados de busca e apreens√£o‚ÄĚ, explicou o delegado.

Ainda conforme a autoridade policial, as investiga√ß√Ķes apontaram que ambos assassinaram a v√≠tima na pr√≥pria casa dela, pois s√£o traficantes e tinha como objetivo utilizar o im√≥vel como ponto de venda de drogas.


Ap√≥s as investiga√ß√Ķes que levaram √† identifica√ß√£o fos autores do homic√≠dio de Fabiane, o marido dela Jos√© Meneses, 23 anos, que teria dado uma outra vers√£o para o caso, disse √† pol√≠cia que foi coagido pelo bando a inventar a hist√≥ria do latroc√≠nio para nao morrer.

O HOMICIDIO DE FABIANE DE SCORDO COM O MARIDO DA VITIMA


Fabiane Silva da Silva, 22 anos, foi vítima de latrocínio, roubo seguido de morte. O crime ocorreu no Ramal do Acajatuba, acesso pro ramal da Onça.


Segundo o companheiro da vítima, José Meneses, 23 anos,o crime ocorreu por volta de 13:30 da tarde desta quarta-feira. José relatou que percorria o ramal de moto com sua companheira quando foi abordado por dois homens armados em uma outro moto, que ao se aproximarem anunciaram o assalto.


Ainda segundo o denunciante, Fabiane se recusou a entregar o celular, momento em que um dos assaltantes atirou na vítima. José contou à polícia que nesse momento ele conseguiu correr e fugiu da mira dos assaltantes. Após os disparos os homens pegaram o celular de Fabiane e fugiram levando também, a moto do casal.

0 coment√°rio

B√¨nh luŠļ≠n


bottom of page