top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

Turistas vivem a experiência na fila da galera do 56º Festival Folclórico de Parintins

A imersão no Festival começa na fila para acessar as arquibancadas da galera azulada e encarnada, em Parintins

 

Faltando algumas horas para o início do 56º Festival Folclórico de Parintins (a 369 quilômetros de Manaus), turistas de São Paulo, Mato-Grosso, Pará e de outros municípios do Amazonas vivem, desde segunda-feira (26/06), a experiência de ficar na fila da galera. De acordo com a Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur), a expectativa é ultrapassar o recorde do ano passado e alcançar mais de 100 mil turistas na ilha. 

A entrada para a galera, setor do Bumbódromo, é gratuita e também uma tradição entre os torcedores dos bumbás Caprichoso e Garantido, que aguardam dia e noite para entrar na arena do Bumbódromo.

Na fila do Caprichoso, Naara Oliveira, veio de São Paulo para assistir ao Festival e visitar parte da família. Ela conta que tem se revezado com os amigos e aguardado a abertura dos portões para o primeiro dia de festival, nesta sexta-feira (30/06). Ela se junta a outros colegas de estados como Mato Grosso e Pará, que estão na fila, revezando com os amigos parintinenses. 

 

“Eu vim para a fila porque vim encontrar meus amigos, criamos um grupo e todo mundo veio para cá. Essa é a primeira vez na galera, fui antes para a cadeira especial, mas sempre quis ir para a galera e sentir essa emoção de verdade”, disse a turista. 

A torcedora do touro branco, Rebeca Marin, organiza-se desde abril para visitar a ilha e assistir, pela primeira vez, a apresentação do Garantido na arena do Bumbódromo. Na fila desde que chegou, na manhã de quinta-feira (29/06), a turista manauara disse que já planeja trazer os filhos e os pais para viver a emoção do Festival. 

 

“Está sendo uma emoção, desde a viagem até aqui. É maravilhoso sentir essa sensação, né? E vocês também deveriam experimentar vir, vocês vão amar. Porque de lá até aqui (viagem) a gente já sentiu uma coisa maravilhosa, imagine lá dentro do Bumbódromo”, refletiu a torcedora.


0 comentário

Comments


bottom of page