top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

Sepror entrega cerca de 45 toneladas de alimentos para entidades socioassistenciais de Manaus

Os alimentos foram adquiridos de 45 agricultores familiares de Manaus e Iranduba

 

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), entregou, nesta terça-feira (28/11), cerca de 45 toneladas de produtos da agricultura familiar para entidades socioassistenciais de Manaus. Os alimentos foram adquiridos pelo Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), do Governo Federal.



As doações ocorreram na feira de produtos regionais da Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS) do Shopping da Ponta Negra, zona oeste. Os alimentos foram adquiridos de 45 agricultores familiares de Iranduba (distante 27 quilômetros da capital) e da zona rural de Manaus, no valor total de investimento de R$ 180 mil em recursos.



Segundo o coordenador do PAA no Amazonas,

Juliano Osawa, que acompanhou as entregas nesta terça, o programa beneficia entidades da rede socioassistencial e ajuda as pessoas que se encontram em vulnerabilidade social.

“O PAA facilita e garante a compra desses produtos, incentivando os produtores a acreditarem no processo do programa, aumentando também a geração de emprego e renda nos municípios bem como sua produtividade”, ressalta Juliano.



Devido à estiagem que afeta o estado e dificulta o escoamento das produções dos agricultores locais, o PAA busca facilitar e garantir a compra desses produtos. Com o objetivo de incentivar a produção local de produtos agropecuários da agricultura familiar, as entregas do PAA facilitam e estimulam os agricultores a plantar além de demostrar a importância do programa.



Na ação, foram entregues produtos como; abacate, banana prata, cebolinha, limão, maxixe, melancia, abóbora leite, abobrinha, chicória, coco verde, coentro, couve, espinafre, feijão de metro e mamão havaí, além da entrega de produtos orgânicos.



“Os alimentos orgânicos entregues respeitam o meio ambiente e visam a qualidade da iguaria, não utilizam agrotóxicos sintéticos, transgênicos ou fertilizantes químicos e por isso, não causam nenhum dano à saúde do consumidor”, finaliza Juliano.

0 comentário
bottom of page