top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

Seas inicia a entrega de cestas básicas em municípios afetados pela estiagem

Manicoré e Beruri foram os primeiros a iniciar as entregas. Pelo menos três mil famílias serão beneficiadas pelas cestas

 

A Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas) deu início à entrega de cestas básicas para as famílias atingidas pela estiagem no Amazonas nesta segunda-feira (23/10). Os primeiros municípios a receberem a ação foram Manicoré e Beruri.


 

Ao todo, foram destinadas duas mil cestas básicas para o município de Manicoré e mil para o município de Beruri, beneficiando pelo menos três mil famílias nos dois municípios. As entregas continuarão até o final deste mês.


 

“Neste final de semana, acompanhamos o traslado das cestas até o município, definimos a dinâmica das entregas e organizamos todo o material. O Governo do Amazonas está comprometido com a segurança alimentar dessas famílias durante esse momento, e a Seas faz parte dessa grande ação intersetorial da Operação Estiagem. Nos próximos dias, pelo menos duas mil famílias de Manicoré que foram afetadas pela seca vão receber essas cestas, garantindo a comida na mesa de suas casas”, disse a coordenadora da Seas na ação de Manicoré, Luana Lascas.


 

A ação faz parte do pacote de ações da Operação Estiagem 2023 e conta, ainda, com o apoio da Defesa Civil e prefeituras municipais. Entre os itens incluídos na cesta estão arroz, feijão, macarrão, óleo, café, açúcar, farinha, conserva de carne e suco.


 

“Aqueles que moram em comunidades também receberão as cestas. O Governo do Amazonas estendeu as mãos e vai fazer chegar alimento em todos aqueles que precisam. Os esforços da Seas e todas as secretarias envolvidas nessa ação estão concentrados em garantir a comida na mesa dessas pessoas. Até o final de outubro, vamos entregar todas as mil cestas”, explicou o coordenador da ação em Beruri, Carlos Vitor.


 

Isenção

A Operação Estiagem prevê a ação integrada dos órgãos estaduais e inclui ajuda humanitária, renegociação de dívidas e apoio a famílias afetadas.

 

Além da entrega de cestas básicas, a Seas também estabeleceu a isenção do valor de R$ 1 real nas refeições vendidas nos restaurantes populares do programa Prato Cheio em municípios que decretaram situação de emergência, beneficiando mais de 200 mil famílias.

 

Além de 17 restaurantes na capital, a isenção está valendo nos municípios de Manacapuru, Autazes, Itacoatiara, Tefé, Parintins, Barreirinha, Humaitá, Manicoré, Carauari, Boca do Acre, Novo Airão, Tapauá, Nhamundá, Pauini e Eirunepé.

0 comentário

コメント


bottom of page