Buscar
  • Adauto Silva

Saiba que motivou a execução das irmãs Andreza e Fabíola: Amordaçadas elas ainda clamavam pela vida

Segundo informações preliminares, as irmãs teriam sido sequestradas em Iranduba e trazidas para Manaus para uma “reunião de cobrança” do tráfico de drogas.


Andreza de Souza do Nascimento e Fabíola de Souza do Nascimento, eram irmãs e moravam em Iranduba, interior do Amazonas. As duas jovens foram sequestradas e executadas na tarde desta quarta-feira (23), no bairro Parque 10, na zona Centro-Sul de Manaus.



As duas já tinham passagens pela Polícia após terem sido abordadas em flagrante pela Secretaria Executiva Adjunta de Operações Integradas (Seaop-AM) em fevereiro deste ano durante a operação ‘Cidade Mais Segura’ que aconteceu no município de Iranduba.



Andreza e Fabíola foram presas com mais três pessoas por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas, além de estarem com participantes de um homicídio no município.




Para a família das duas jovens fica o sentimento de perda de um ente querido e a angústia de não entender o que levou as duas irmãs se envolverem com o tráfico e consequentemente a criminalidade. As duas deixam filhos pequenos.



Relembre o caso 

Na tarde desta quarta-feira (23), duas jovens, não identificadas, foram sequestradas, torturadas, posteriormente jogadas de um carro e mortas com tiros na cabeça. O caso aconteceu na Rua Ibere Camargo, conjunto Shangrila 4, bairro Parque 10, na zona Centro-Sul de Manaus. 


De acordo com informações preliminares, as duas tiveram as mãos amarradas para trás, suplicaram pela vida, mas foram crivadas de bala.

0 comentário