top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

“Recicla, Galera”: Ação ambiental impulsiona destinação correta de resíduos rumo a um festival mais

Promovido pelo Governo do Amazonas e Coca-Cola Brasil, o projeto

chega à sua segunda edição


O Festival Folclórico de Parintins retrata, por meio de toadas, danças e representações, toda a magnitude da Amazônia e de seus povos, além de trazer reflexões importantes sobre o meio ambiente e a sustentabilidade. É nesse contexto que o Governo do Amazonas e a Coca-Cola Brasil realizam a segunda edição do projeto “Recicla, Galera”, com o objetivo de promover um festival mais sustentável, incentivando a destinação correta de resíduos recicláveis e gerando renda para a comunidade. 

“Nós estamos incentivando que, cada vez mais, o festival seja sustentável. Já é um rotina por parte dos bois Caprichoso e Garantido reciclar, de um ano para o outro, ferragens, isopor e materiais usados nas apresentações e agora as galeras também estão sendo convocadas a adotarem essa prática dentro do Bumbódromo, nos pontos turísticos da ilha, nas praças e nos espaços públicos”, ressaltou o governador Wilson Lima.

Neste ano, de forma inédita, a Sustentabilidade passa a ser um dos pilares do Festival de Parintins, ao lado da Cultura e do Turismo. Com o objetivo de promover uma festa mais sustentável para todos, o projeto concentra uma série de atividades que terão um impacto positivo tanto para o Festival quanto para a cidade. Segundo o secretário de Estado do Meio Ambiente, Eduardo Taveira, uma das metas é destinar cinco toneladas de resíduos para a reciclagem.


“O Festival de Parintins vem atraindo mais visitantes ano após ano. Isso traz muitos benefícios econômicos para a cidade, mas também acarreta o aumento da quantidade de resíduos produzidos. Em 2022 foram mais de duas toneladas de resíduos destinados corretamente e, neste ano, estamos fazendo um ‘Recicla, Galera’ ainda maior, para irmos além nos resultados. Nosso maior objetivo é fazer com que essa prática vire um legado crescente, que acompanhe a realização do festival nos próximos anos”, destacou Taveira.


Para a Coca-Cola Brasil, patrocinadora oficial do evento há 27 anos, a parceria com o Governo do Amazonas em mais uma edição do “Recicla, Galera” reforça o compromisso da empresa em criar iniciativas que gerem impacto nas comunidades em que atua. Para o diretor de Relações Governamentais da empresa, Victor Bicca, o Festival desempenha um papel estratégico para o estado e, especialmente, para as pessoas. 

“Por essa razão, na Coca-Cola Brasil, dedicamos esforços e investimentos em ações que promovem impacto social, ambiental e econômico nas comunidades em que atuamos. Esse projeto está alinhado com a nossa agenda global de criar um Mundo Sem Resíduos, na qual estabelecemos metas específicas na gestão de resíduos. Além disso, acreditamos que iniciativas como essa reforçam nosso compromisso com o desenvolvimento econômico e social do Estado, uma vez que beneficiam a população local”, reforça. 


Atividades


Durante a semana do Festival, de 26 de junho a 02 de julho, a iniciativa vai realizar diversas ações por Parintins, que incluem trabalhos voltados à gestão de resíduos recicláveis, apoio à estruturação e geração de renda para a Associação de Catadores de Parintins (Ascalpin), além de atividades de educação ambiental e voluntariado.


A ação é coordenada pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) e executada em parceria com a Impact Hub Manaus; o Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) e a Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa (SEC), junto à Agência Amazonense de Desenvolvimento Cultural (AADC). Também participam a Prefeitura de Parintins, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Sedema), a Tereos Brasil e a Solar Coca-Cola.


Competição entre os bumbás


Além da tradicional competição entre o Caprichoso e o Garantido, o projeto promoverá uma outra disputa, desta vez, entre os itens 19 dos bois. O bumbá da galera que mais destinar corretamente resíduos para a reciclagem, durante os três dias de festa, ganhará R$ 20 mil para investir em ações de sustentabilidade na agremiação, além do título de Campeão Sustentável do 56º Festival Folclórico de Parintins.  

Ecopontos


Fora do Bumbódromo, avenidas e espaços turísticos de Parintins vão receber 28 ecopontos. Distribuídas por diversas zonas da cidade, as estruturas vão funcionar como Pontos de Entrega Voluntária (PEVs) de recicláveis, para dar suporte à coleta de resíduos gerados em bares, restaurantes e festas paralelas ao longo da semana.


Espaço sustentável


Neste ano, a população poderá acompanhar e até fazer parte do processo de triagem no Espaço Sustentável “Recicla, Galera”, uma estrutura que unirá a gestão prática e interativa dos resíduos coletados e ações voltadas à educação ambiental. No local, os torcedores poderão acompanhar a pesagem e a contagem da disputa entre as galeras em tempo real. O Espaço ficará na Praça da Liberdade, localizada na Rua Governador Leopoldo Neves, de 26 de junho a 3 de julho, das 8h às 17h.

0 comentário

Comentarios


bottom of page