top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

Programa RespirAR realiza 1° Circuito de Apresentação de Casos Clínicos

A troca de conhecimento é uma forma de aprimorar o protocolo de atendimentos do programa do Governo do Amazonas 

 

O Programa RespirAR, de iniciativa do Governo do Amazonas, realizou neste sábado (17/06), o 1º Circuito de Apresentação de Casos Clínicos, na Vila Olímpica de Manaus. Referência internacional, o programa coordenado pela Secretaria de Estado do Desporto e Lazer (Sedel) apresentou os relatórios clínicos de tratamento e prevenção de lesões musculares, cardíacas e ortopédicas dos 10 núcleos em atividade.

 


“É determinação do governo Wilson Lima que possamos levar saúde e qualidade de vida aos amazonenses por meio dos serviços do RespirAR, para isso temos aprimorado e criado mecanismos para tornar o nosso trabalho cada vez mais eficaz, com serviços de excelências”, disse Márcio Alexandre, gerente do programa RespirAR.

 


O evento contou com a participação de 150 pessoas, incluindo profissionais de fisioterapia, educação física, estagiários, técnicos de enfermagem e administrativo do RespirAR. No roteiro foram apresentados temas sobre anamnese do paciente (entrevista do profissional ao paciente), resultados de exames físicos e complementares, avaliação fisioterapêutica com diagnóstico cinesiofuncional (processo de análise geral do corpo e dos seus movimentos), plano de tratamento, resultados obtidos e fatores relevantes para a alta do paciente.

 

De acordo com o gerente do RespirAR a discussão dos casos é uma forma de trocar experiência e aprimorar o protocolo de atendimentos. O planejamento é para que essas apresentações de casos clínicos façam parte do cronograma periódico de atualização de protocolo de atendimentos, que deve ser apresentado bimestralmente.

 


O coordenador de fisioterapia Erick Gadelha destaca a fisioterapia como porta de entrada dos pacientes que chegam ao Programa. “Recebemos casos distintos a serem tratados, é importante que todos os colaboradores possam ter conhecimento sobre as diversas patologias para que juntos possamos padronizar um protocolo eficaz, desde a avaliação, conduta, tratamento até a alta”, comenta Erick Gadelha.

 

Desde o seu lançamento o RespirAR já realizou cerca de 228 mil atendimentos, proporcionando qualidade de vida de 36.418 mil amazonenses, com foco no cuidado, tratamento e prevenção de lesōes musculares, cardíacas e ortopédicas, por meio de serviços de fisioterapia e educação física.

 

Para o coordenador de educação física do RespirAR, Cezar Afonso, a atividade física aliada à fisioterapia é fundamental principalmente aos pacientes que chegam debilitados. “Essa abordagem conjunta visa otimizar o processo de recuperação e reintegrar os pacientes a sociedade às suas atividades rotineiras. Sempre levando em consideração as particularidades de cada patologia e as condições físicas individuais, nosso objetivo é torná-los adeptos à prática de atividade física como meio de qualidade de vida permanente”, disse o educador físico.

 

O 1° Circuito de Apresentação de Casos Clínicos do Programa RespirAR contou com a participação de representantes do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 12ª região, com a Drª Ana Claudia Rolim, delegada do conselho, e do Dr. Abdias Barros, conselheiro suplente do Crefito 12.  Além da participação da fisioterapeuta Juliana Maués, coordenadora de fisioterapia do Hospital Universitário Francisca Mendes.



0 comentário

Comentarios


bottom of page