top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

Profissionais da Saúde participam de treinamento para campanha de multivacinação no interior

Treinamento foi iniciado, nesta segunda-feira (08/05), no Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques


O Governo do Amazonas, por meio da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), vinculada à Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM), realiza, de 8 a 12 de maio, o treinamento de profissionais para o programa de rotina, intensificação e campanhas de multivacinação no Amazonas.

O evento, realizado no Centro de Convenções do Amazonas (CCA) Vasco Vasques, na zona centro-oeste de Manaus, ocorre em parceria com o Ministério da Saúde e a Organização Pan-americana de Saúde (OPAS) e terá duas turmas: uma de 8 a 10 de maio e outra de 10 a 12 de maio, das 8h às 18h.

Entre os objetivos da iniciativa está a identificação das principais estratégias e ações de vacinação a serem utilizadas de acordo com as características da população; o estabelecimento de atividades para o cálculo e estimativa das necessidades de recursos humanos e de insumos como vacinas, seringas, materiais, rede de frio e logística de distribuição; e formação, capacitação e atualização dos profissionais de saúde que atuarão nos programas de rotina, intensificação e campanhas.


O secretário de Saúde do Amazonas, médico Anoar Samad, destacou a importância do papel dos profissionais para identificar as dificuldades e os potenciais de cada município.


“O governador Wilson Lima tem uma preocupação muito grande com a regionalização da Saúde. Sem dúvida alguma, a vacinação é uma estratégia eficaz na prevenção de doenças. É muito importante que a gente coloque recursos e esforços, porque as taxas de vacinação estão baixas no Brasil inteiro”, destacou.

A oficina conta com a participação de representantes de municípios das nove regionais de saúde do Amazonas: entorno de Manaus e Alto Rio Negro, Rio Negro e Solimões, Médio Amazonas, Purus, Rio Madeira, Alto Solimões, Triângulo, Juruá e Baixo Amazonas.


A diretora-presidente da FVS-RCP, Tatyana Amorim, deu mais detalhes sobre o treinamento. “A ideia é abrir o cartão de vacina e observar as que estão atrasadas. Depois, vamos atualizar essa caderneta. Para isso acontecer, estamos trabalhando as estratégias e entendendo todas as questões e fragilidades da nossa região”, disse.


0 comentário

Comments


bottom of page