top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

Preso suspeito de ser o mandante da execução da ex-mulher. Walid nega e diz que só falará em juizo



Walid Gomes, suspeito de ter encomendado a execução da ex-mulher. Neliane Silva, 40 anos, foi executada quando chegava em casa no dia do crime ocorrido em junho deste ano, foi preso na manhã desta segunda-feira, pós dois meses se escondendo da polícia.



A prisão ocorreu nesta segunda-feira, 07/08, no bairro do Tarumã, em Manaus. Segundo a delegada Roberta Merly, titular da Delegacia Especializada de Crimes Contra a Mulher, depois do crime e fuga do ex-companheiro da vítima, a Especializada iniciou as investigações e localizou o suspeito escondido em uma residência no bairro Tarumã.


Walid Gomes foi encaminhado no início da tarde para exame de corpo de delito.




"Depois de conseguirmos localizar o suspeito, passamos a fazer campana no local e hoje ele foi preso quando estava já em via pública. Ele foi trazido aqui para a delegacia de Manacapuru e agora está sendo ouvido e depois será encaminhado à audiência de custódia, em cumprimento a lei. Fizemos nossa parte que foi de cumprir o mandado de prisão que estava em aberto em nome do suspeito, agora o caso passa para o judiciário", relatou Merly.



Lane Carvalho, irmã da vítima falou sobre o sentimento da família e o que espera agora com a prisão do suspeito.



Em seu primeiro depoimento Walid Gomes negou ter encomendado o crime, e quando perguntado o porque de seu desaparecimento depois da morte de sua ex-mulher, ele disse que só falaria em justiça.



Veja o caso ocorrido há dois meses


📹 A separação e a disputa pelos bens pode ter motivado o feminicídio de Neliane, acredita a família



0 comentário

Comments


bottom of page