top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

Polícias Civil do Amazonas e Pará deflagram Operação e recuperam 83 veículos oriundos de roubos e fu

As apreensões ocorreram na cidade de Juruti, no estado do Pará


A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio do Departamento de Polícia do Interior (DPI), em conjunto com a Polícia Civil do Pará (PC-PA), deflagrou no dia 2 de agosto deste ano, a Operação Resgate, que resultou na recuperação 83 veículos oriundos de roubos e furtos na cidade de Manaus e da Região Metropolitana. As apreensões ocorreram na cidade de Juruti, no estado do Pará.



A ação contou também com o apoio da 35ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Careiro da Várzea (a 25 quilômetros de Manaus), Departamento de Inteligência e Polícia Judiciária (DIPJ/PC) e Delegacia Fluvial (Deflu) e Secretaria de Administração e Gestão (Sead).



Em coletiva de imprensa, o delegado geral da PC-AM, Bruno Fraga, disse que foi uma operação bastante exitosa, e contou com a participação da Sead, que foi primordial para realizar o deslocamento da Deflu até o estado do Pará, para fazer o deslocamento dos veículos apreendidos a Manaus, por meio fluvial.


“Agradeço aqui o delegado geral da PC-PA, Walter Resende de Almeida, que nos deu apoio crucial para a realização dessa ação. Contamos também com o apoio da DIPJ, junto com os policiais do Pará para chegarmos na apreensão dessas 80 motocicletas e 3 carros, que serão devolvidos aos seus proprietários”, enfatizou Bruno Fraga.



De acordo com o delegado David Jordão, titular da 35ª DIP, destacou que foi um trabalho de suma importância junto com a PC-PA, nas diversas buscas que culminaram nas apreensões dos veículos.


“Por meio dessa ação conjunta pudemos localizar os veículos, para podermos trazer de volta, a fim de poder redirecioná-los aos seus legítimos donos, o que de fato irá acontecer agora”, disse Jordão.



O delegado Rodrigo Barreto, titular da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (DERFV), informou que o trabalho agora é de devolução dos bens dos seus legítimos proprietários. Os nomes dos donos serão divulgados para que compareçam à sede da DERFV e façam a retirada de seus veículos.


“Todas as motos já foram periciadas, cada dono será ouvido. E também vamos procurar saber se além do modo fluvial, se os veículos com origem de roubos e furtos são levados de outro modo para outros estados”, informou Barreto.

O titlar da Sead, Fabricio Barbosa, parabenizou o trabalho da Polícia Civil e salientou que a instituição sempre contará com o apoio da administração nas próximas ações.



“A Sead tem por competência fazer toda gestão dos gastos públicos, e conseguimos cada vez mais designar recursos para que essas operações sejam realizadas com êxito, assim, trazendo benefícios concretos para a população do Estado”, afirmou.


0 comentário

Comments


bottom of page