top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

Polícia Civil prende mais um envolvido na morte de cabo da PM

Atualizado: 4 de abr. de 2023

O indivíduo deu apoio para a fuga de um dos partícipes do crime


A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), efetuou a prisão de Samuel Souza dos Santos, 20, por envolvimento na morte de João Marcos Torres, que tinha 39 anos. A vítima, que era cabo da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), foi morta no dia 30 de março deste ano, em um bar situado no bairro Nova Cidade, zona norte.

Samuel foi preso no sábado (1º/04), no momento em que compareceu à unidade especializada e foi cumprido o mandado de prisão temporária em seu nome.

De acordo com o delegado Danniel Antony, adjunto da DEHS, Samuel é apontado como o indivíduo que deu apoio para a fuga de Jussier Nascimento Lopes, 38, após a ação criminosa. Jussier, preso no dia 30 de março deste ano, foi quem tirou a atenção do cabo João Marcos, para que Alexandre de Souza Batista, 27, e Rudson Castro da Gama, 23, efetuassem os disparos contra o policial militar.


“Durante as investigações, Samuel foi indicado como um dos indivíduos que participaram no crime violento contra o cabo da PMAM. Na ocasião, ele foi identificado como a pessoa que estava na mesa do bar junto com os executores. Após o crime, ele entrou no carro e empreendeu fuga juntamente com Jussier”, disse.


O adjunto da DEHS esclarece que Alexandre segue sendo procurado, enquanto Rudson foi morto durante confronto com policiais da Secretaria Executiva Adjunta de Operações Integradas (Seaop), no momento em que eles foram apurar o recebimento de uma denúncia, informando que o infrator teria envolvimento no homicídio do PM.

Procurado

Quem tiver informações acerca da localização de Alexandre, deve entrar em contato pelo número (92) 98118-9535, disque-denúncia da DEHS ou pelo 181, da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM). “A identidade do informante será preservada", informou.


Procedimentos

Samuel responderá por homicídio e ficará à disposição do Poder Judiciário.


0 comentário

Comments


bottom of page