top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

Polícia Civil prende homem por roubo majorado e disparo de arma de fogo em São Sebastião de Uatumã

Foram apreendidas armas de fogo, munições e uma motocicleta


A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da 44ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de São Sebastião de Uatumã (a 247 quilômetros de Manaus), com apoio do 5° Grupamento da Polícia Militar (GPM), prendeu, em flagrante, nesta terça-feira (28/03), por volta das 9h, Kelven Lima Tavares, 24, por roubo majorado e disparo de arma de fogo praticados contra um homem, de 56 anos, no bairro São Francisco, naquele município.

Segundo os policiais da 44ª DIP, as diligências iniciaram após as equipes receberem denúncias informando que estava ocorrendo um assalto naquele bairro.

De imediato, as equipes se deslocaram ao endereço e foram informados por populares que, na ocasião do crime, Kelven, na companhia de um comparsa, que fugiu, chegaram em uma motocicleta e roubaram a mão armada o aparelho celular da vítima. Ele também disparou contra populares, mas, no momento da fuga, foi alvejado na perna, por um indivíduo desconhecido, e encaminhado a uma unidade hospitalar para atendimento médico.


“Kelven já vinha sendo investigado por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo, bem como, possuía mandado de prisão preventiva em seu nome por roubo majorado expedido em julho de 2022, pela 10ª Vara Criminal da Capital”, relataram os policiais.

Os policiais foram ao hospital e o indivíduo foi autuado em flagrante pelos crimes cometidos, e também teve o mandado de prisão cumprido.

A motocicleta em que eles estavam foi apreendida, bem como, um revólver calibre 38, um oxidado de cano longo, cinco munições de calibres distintos, e uma munição deflagrada, que pertenciam aos suspeitos. As investigações seguem em andamento para identificar e localizar o comparsa dele.


Procedimentos

Kelven já teve alta médica e foi conduzido à carceragem da 44ª DIP, onde responderá por roubo majorado e disparo de arma de fogo, e ficará à disposição da Justiça.


0 comentário

Comments


bottom of page