top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

Polícia Civil do Amazonas explica como funciona a prática que rouba os dados pessoais das vítimas

O golpe pode ser aplicado por meio de ligações ou envio de mensagens de textos

 

Você já deve ter recebido alguma ligação de um suposto funcionário da sua operadora de telefone, solicitando a confirmação do seu Cadastro de Pessoa Física (CPF). Ou até mesmo uma mensagem de texto, alegando que você ganhou um sorteio e precisa clicar em um link para ser contemplado.

Um ponto que as duas formas de comunicação não ressaltam é que ao confirmar o CPF para o suposto funcionário, ou ao clicar no link, você pode ter seus dados pessoais roubados e utilizados para práticas ilícitas. No âmbito do crime virtual, tal ação tem nome e se chama ‘Golpe do Phishing’.

O delegado Antônio Rondon, titular da Delegacia Especializada em Repressão a Crimes Cibernéticos (Dercc), da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), explica que a palavra ‘Phishing’ em português significa ‘Pescando’, e remete ao fato de que o infrator utiliza alguma isca – conforme exemplos acima – para ludibriar as vítimas e, assim, consumar os atos.

 

Conforme o titular, dentro do ‘Phishing’ existem diversas variantes e as mais conhecidas são o ‘Vishing’ e o ‘Smishing’.

 

Vishing é o golpe aplicado por meio de ligação telefônica, explica o delegado. Neste método os infratores ligam para as vítimas se passando por funcionário de alguma empresa na qual ela tenha vínculo – pois desta forma transparece uma certa credibilidade – e solicita a confirmação de algum dado pessoal.

 

Ao repassar, a vítima tem seus dados pessoais roubados, o que possibilita que, por exemplo, os criminosos consigam acessar a conta bancária e usufruam do que está ao alcance.

 

E no caso do Smishing, o golpe é aplicado via mensagens de textos. Os infratores enviam para a vítima um link que as leva a um formulário usado para roubar as informações.

O link é acompanhado de um texto atrativo, anunciando que a vítima ganhou um sorteio ou algum benefício irrecusável.

 

Orientações

 

A autoridade policial enfatiza que é preciso ter bastante cautela ao receber ligações ou mensagens de textos duvidosos. “Caso você receba algum telefonema solicitando a confirmação do seu nome completo; endereço; números do Registro Geral (RG) e CPF; ou números de cartões bancários, não forneça. A mesma orientação é válida para recebimento de mensagens de textos”, reforçou.

 

Rondon ressalta que, no caso das mensagens, geralmente os infratores acrescentam letras ao link fictício na tentativa de imitar o do site original. “Portanto, antes de clicar, é importante conferir se o link enviado está de acordo com o do site original”, salientou.

 

Registro de ocorrência

 

Caso você tenha sido vítima do golpe do phishing, o primeiro passo é comparecer à Dercc e formalizar a ocorrência, para que as devidas providências sejam tomadas.

A Dercc está situada nas dependências da Delegacia Geral (DG), situada na avenida Pedro Teixeira, bairro Dom Pedro, zona centro-oeste.

 

O registro também pode ser feito na Delegacia Virtual (Devir), do endereço eletrônico https://delegaciavirtual.sinesp.gov.br/portal/.

0 comentário

Comments


bottom of page