top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

PMAM apreende mais de 780 quilos de maconha tipo skunk e prende dois homens em Novo Airão

Um brasileiro e um colombiano foram flagrados com os entorpecentes e encaminhados para a Polícia Federal

 

A Polícia Militar do Amazonas (PMAM), por meio da Companhia de Operações Especiais em operação conjunta com o do 6° Grupamento da Polícia Militar (GPM), 9° Batalhão de Polícia Militar (BPM), Delegacia de Repressão a Drogas da Polícia Federal (DRE/PF) e o Drug Enforcement Administration (DEA), apreendeu, na quinta-feira (02/11), 782 quilos de maconha tipo skunk, no município de Novo Airão. A ação da Operação Águia resultou na prisão de dois homens, um brasileiro, de 59 anos, e um colombiano, de 27 anos.


 

Além das drogas, foram apreendidos dois botes de 6 metros, dois motores Yamaha 15 HP, dois celulares e a quantia de R$ 500. Com a apreensão, o prejuízo estimado ao crime é de mais de R$ 15 milhões.


 

De acordo com o subcomandante-geral da PMAM, coronel Thiago Balbi, a abordagem não teve um confronto armado e a droga apreendida seria distribuída em Manaus. “A PM tem tido muito êxito nesse trabalho e aprendemos uma grande quantidade de maconha tipo skunk, com a prisão de um brasileiro e um colombiano. A nossa rede de informações apontou que esse colombiano é da cidade de La Pedrera, que é um entreposto comercial usado para o tráfico internacional e, daquele ponto, eles iriam seguir com as drogas aqui pelo Brasil”, comentou o subcomandante-geral.


 

As equipes policiais chegaram ao local para a ocorrência após serem acionados pelo posto de fiscalização de Novo Airão, informando sobre dois botes contendo sacos com possíveis substâncias entorpecentes.


 

No local, foi constatado que os dois homens estavam em posse dos sacos com diversos tabletes de maconha tipo skunk. Um deles relatou que a dupla havia saído de Manaus com os botes para coletar os entorpecentes nas imediações de Santa Isabel do Rio Negro e que o ponto de entrega seria em Novo Airão, onde um terceiro homem iria receber o carregamento.


 

Ao realizar revista minuciosa nos botes, foi constatado que os botes tinham fundo falso, conhecido como caleta, onde foram encontrados mais sacos contendo entorpecentes, totalizando 782 quilos de maconha tipo skunk.

 


Segundo o comandante do Comando de Policiamento Especializado (CPE), tenente-coronel Alysson Lima, a abordagem foi resultado de um trabalho em conjunto das equipes de inteligência da COE, PF e DEA. “As equipes conseguiram identificar essa rota que estava descendo por Novo Airão. Tivemos de 10 a 15 policiais envolvidos na operação que resultou nessa prisão e na apreensão dos materiais ilícitos”, afirmou.


 

O comandante da COE, capitão Adaumir Diego, ressaltou que as equipes da COE têm um treinamento especializado para atuar contra o narcotráfico. “Quando somos acionados, já vamos preparados para o confronto com lanchas blindadas e armamentos adquiridos com a SSP para a Polícia Militar. Nessa ocorrência nós não tivemos confronto, então foi feita a abordagem dos dois indivíduos que não responderam com agressividade. Com eles não foi encontrado armamento”, destacou o capitão Adaumir.

 

Os homens e todo o material apreendido foram conduzidos para a DRE, na sede da Polícia Federal, no bairro Dom Pedro, onde será aberto um inquérito policial para investigar o caso.

0 comentário

Σχόλια


bottom of page