top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

PC-AM e PC-MT prendem fazendeiro por homicídios ocorridos em Humaitá

Atualizado: 22 de mai. de 2023

O indivíduo estava sendo procurado desde 2021


A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Humaitá (a 590 quilômetros de Manaus), com apoio da Polícia Civil do Mato Grosso (PC-MT), cumpriu, no domingo (21/05), mandado de prisão preventiva de Celso Deola, 61, pelos homicídios de Jeferson André Bungentab e Neslon Antônio da Conceição. Os crimes ocorreram nos dias 21 de agosto e outubro de 2021, respectivamente, na Rodovia Federal BR 319, próxima àquele município.

De acordo com a delegada Wagna Costa, titular da unidade policial, Celso, um fazendeiro conhecido em Humaitá, foi indiciado em dois Inquéritos Policiais (IPs) pelas práticas criminosas.

“As motivações de ambas as mortes seriam desavenças que Celso tinha com as vítimas. Por este motivo, ele contratou um homem identificado como Edimilson de Jesus Chagas, 33, para  executar Jefferson e Nelson”, disse.

Conforme a delegada, em dezembro de 2021, foram deflagradas duas fases da Operação Pistolagem, para cumprir mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão em nome do fazendeiro e de Edimilson.

“Edimilson foi morto após confronto com a polícia na primeira fase da operação. Já a segunda fase teve como destino a fazenda de Celso, porém ele não se encontrava na localidade e foi dado como foragido desde então”, falou.

Ainda segundo a titular, a prisão preventiva de Celso foi cumprida pelas equipes da Polícia Civil do Mato Grosso, que comunicaram os fatos à DIP de Humaitá.

0 comentário

Comments


bottom of page