top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

PC-AM deflagra operação policial e prende integrantes de grupo criminoso por roubos a residências

Dois deles já foram presos anteriormente por envolvimento na morte do sargento da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), Afonso Camacho Dias


A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio do 13º Distrito Integrado de Polícia (DIP), com apoio do 15º DIP, deflagrou, nesta quarta-feira (05/04), às 6h, operação policial e prendeu Itatiana Silva de Oliveira, 44, conhecida como “A Taty”; Marcelo Marques Sales, conhecido como “O Professor”; e Thiago Castro da Gama, 22, conhecido como “O Lacoste”, integrantes de um grupo criminoso que atua roubando residências.

Além deles, durante a ação policial, Klayver Rafael Souza da Silva, 22, e Thayla Milena Oliveira de Souza, 24, foram flagranteadas por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

De acordo com o delegado Cícero Túlio, titular do 13º DIP, os infratores agiam adentrando nas residências no momento em que as vítimas estacionaram seus veículos nas garagens. A partir disso, eles mantinham os moradores como reféns por toda noite, sob tortura a fim de realizar transferências bancárias, e, além disso, roubavam todos os pertences das vítimas como joias, eletrônicos e eletrodomésticos, bem como dinheiro e veículos.


“Em um dos roubos, ocorrido no final de janeiro, em uma residência situada no bairro Educandos, zona sul, duas mulheres e uma criança foram mantidas reféns por 12 horas, sendo torturadas para realização de transferências bancárias”, disse.


Conforme o titular, Thiago Castro e sua companheira, Itatiana Silva eram os responsáveis por coordenar as execuções do grupo criminoso, fornecendo armas e auxiliando na logística para realização dos roubos, além de cooptar pessoas para auxiliar nas ações criminosas.

Enquanto Marcelo Marques era o autor intelectual dos crimes, sendo responsável por dirigir o grupo e realizar o estudo sobre a rotina das vítimas, além de realizar o escoamento do produto dos crimes.


“Em outra ação policial deflagrada no dia 6 de março deste ano, as equipes do 13º DIP prenderam Odacir Lira de Sena, responsável por receber valores oriundos das práticas criminosas em sua conta corrente, e o companheiro dele, Carlos Gabriel Reis Batista, que atuava na execução dos roubos”, falou.


Caso PM Afonso Camacho

Thiago Castro e Itatiana Silva já foram presos em 2015 por envolvimento na morte do sargento da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), Afonso Camacho Dias.


O caso ocorreu no dia 17 de julho daquele ano. O sargento foi abordado por um grupo criminoso no estacionamento de uma agência bancária situada no bairro Educandos, zona sul, após sacar uma quantia de R$ 60 mil. Na ocasião, os infratores atingiram a vítima com diversos tiros e levaram o dinheiro, uma pistola e um aparelho celular.


Na época, as investigações foram conduzidas pela Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), com apoio do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) e do Departamento de Inteligência da PMAM.

Apreensões

Além das prisões, os policiais civis apreenderam televisões, bolsas femininas, computador, aparelhos de som para carros, aparelhos celulares e drogas.


Prisão e procedimentos

Thiago e Itatiana foram presos no beco Amazonas, bairro Educandos, zona sul, e Marcelo foi preso na rua Martins Santana, bairro Morro da Liberdade, naquela mesma zona. Eles responderão por organização criminosa e roubo majorado.


Klayver e Thayla responderão por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Todos os presos ficarão à disposição da Justiça.

0 comentário

Comentários


bottom of page