top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

Operação Paz: Iranduba registra 60 dias sem mortes violentas

O resultado é fruto do trabalho unificado das Polícias Civis e Militar do Amazonas

 

O município de Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus) registra 60 dias sem mortes violentas, conforme balanço da Operação Paz, coordenada nacionalmente pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP). O resultado é fruto do trabalho unificado das polícias Civil (PC-AM) e Militar do Amazonas (PMAM), em razão da determinação do Governo do Amazonas, por meio Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).


 

O diretor do Departamento de Polícia do Interior (DPI), da PC-AM, delegado Paulo Mavignier, enfatizou que os policiais civis da 31ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Iranduba estão trabalhando diuturnamente para reduzir os índices de homicídios no município.


 

“O combate às mortes na cidade tira indivíduos de alta periculosidade de circulação, de forma que eles sejam responsabilizados pelos seus atos, levando, assim, mais segurança aos moradores de Iranduba”, disse o diretor do DPI.


 

Conforme o titular da 31ª DIP, delegado Raul Augusto Neto, a delegacia está aberta 24 horas para registrar Boletins de Ocorrência (BOs) e atender a população do município.


 

“Asseguramos que a repressão ao crime organizado em Iranduba continuará constante, mesmo após ao término da Operação Paz, bem como o trabalho integrado com a Polícia Militar”, afirmou o delegado.


 

Operação Paz

 

Coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), a Operação Paz iniciou no dia 1º de setembro. E tem como meta fortalecer o trabalho já desenvolvido pelo Governo do Amazonas na redução dos índices de mortes violentas intencionais (MVI). Oito municípios do Estado recebem a ação. Além do Amazonas, a Operação Paz ocorre em outros 11 estados do País.



0 comentário

Comments


bottom of page