top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

Operação Estiagem: Governo do Amazonas leva mais de 1.000 toneladas de alimentos para comunidades is

Cerca de 58 mil cestas básicas foram destinadas a 43 municípios do interior do Amazonas

 

O Governo do Amazonas alcançou no sábado (28/10), a marca de mais de 1.000 toneladas de alimentos, aproximadamente 58.000 cestas básicas, enviados a comunidades que enfrentam os impactos da estiagem severa. A ajuda humanitária chegou a comunidades de 43 municípios que enfrentam dificuldades de acesso à comida e outros recursos essenciais em meio à escassez de água e alimentos.


 

A falta de água, além de prejudicar a produção agrícola e a pesca, também dificulta o transporte de suprimentos básicos, tornando a assistência humanitária uma necessidade vital. As ações implementadas pelo Governo do Amazonas visam fornecer alimentos como arroz, feijão, farinha, óleo e outros itens essenciais para as famílias que enfrentam dificuldades devido ao isolamento.


 

Além dos alimentos, as ações também incluem a distribuição de suprimentos de água potável, purificadores de água, medicamentos básicos e outros recursos essenciais para atender às necessidades imediatas das comunidades isoladas afetadas pela estiagem.


 

Segundo o governador Wilson Lima, uma das principais preocupações do Governo do Estado é com a segurança alimentar da população, incluindo estudantes de escolas públicas estaduais afetados pela estiagem.


 

“A gente tem trabalhado para minimizar o impacto desta estiagem severa, principalmente para quem ficou isolado. Nossa principal preocupação é garantir que essa ajuda humanitária chegue até estes nossos irmãos e irmãs. A gente também tem entregado os kits do Merenda em Casa para os nossos estudantes. Muitos deles vão à escola em busca da primeira refeição do dia. Uma ação também importante é garantir água potável para essas famílias, seja com a implantação de sistemas simplificados de tratamento do projeto Água Boa, seja com a instalação de purificadores de água ou com a entrega de copos de água envasados pela nossa Cosama”, afirmou Wilson Lima.


 

Balanço

 

Ajuda Humanitária

Até o momento 58.000 cestas básicas foram distribuídas, totalizando mais de 1.000 toneladas de alimentos essenciais para as comunidades em dificuldade. O Comitê de Enfrentamento às Mudanças Climáticas coordena a distribuição, com caminhões abastecidos diariamente, através de uma logística que utiliza transporte aéreo e naval. Esse esforço envolve servidores estaduais e municipais na entrega dos recursos às famílias amazonenses. Também foram enviadas 1.660 caixas de copos d'água e 1.366 pacotes de água de 18 litros.


 

Projeto Água Boa

Para garantir o acesso à água potável, 20 purificadores de água com capacidade de gerar 5.000 litros de água potável por dia foram instalados em diferentes localidades. Aproximadamente 65.000 copos de água tratada foram entregues nas comunidades que enfrentam os impactos da estiagem, além disso, a Cosama também realizou o envio de duas máquinas purificadoras para os municípios de Tabatinga e Tefé, cada máquina tem a capacidade de purificar 3.000 litros de água por dia, o que equivale a 150 garrafões com água tratada e natural diariamente. 

 

Merenda em Casa

O programa Merenda em Casa atendeu um total de 4.325 alunos, sendo 173 da capital e 4.152 do interior do estado. Levando kits de merenda escolar diretamente à residência dos estudantes nas comunidades remotas do Amazonas, garantindo, desse modo, o acesso dessas crianças e adolescentes à alimentação necessária.

 

Programa de Assistência Familiar (PAF)

O programa da Agência de Desenvolvimento Sustentável adquiriu e forneceu uma tonelada de alimentos regionais em Tefé. Em Beruri, o PAF adquiriu e forneceu 200kg de banana-prata, 200kg de mamão, 300kg de melancia e 200kg de laranja. 


0 comentário

Comments


bottom of page