top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

Operação de guerra no Amazonas: "Ágata Conjunta" visa combater crimes transfronteiriços e ambientais



Pra quem não souber o que está acontecendo vai achar que é um treinamento de guerra na região de fronteiras do Amazonas. Teve início nesta segunda-feira, 21, a Operação "Ágata Conjunta" que visa combater crimes transfronteiriços e ambientais.



Nessa operação serão empregados mais de 1500 militares, 24 aeronaves, 100 embarcações, 04 navios patrulhas e 01 Navio de Assistência Hospitalar.



A operação “Ágata Conjunta”, iniciou dia (21), no Amazonas, que combaterá crimes transfronteiriços e ambientais. Ao mesmo tempo, fortalece a presença do estado na Amazônia Ocidental.


Entre as ações que serão realizadas estão a promoção e articulação das ações de segurança pública, de controle aduaneiro e de defesa.

Dessa forma, toda a operação será feita de modo articulado e combinado com as ações do governo do estado.



O nome Ágata Conjunta faz referência a participação e integração com países vizinhos no combate aos crimes transfronteiriços.

Para esta operação no Amazonas, serão empregados mais de 1500 militares, 24 aeronaves, 100 embarcações, 04 navios patrulhas e 01 Navio de Assistência Hospitalar.



A operação terá a participação da Polícia Federal, Exército Brasileiro, Marinha do Brasil, Instituto Brasileiro do Meio-Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBIO) e a Secretaria de Segurança Pública do Estado do Amazonas.



0 comentário

Comments


bottom of page