top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

No rio Manacapuru e no baixo Amazonas casos de rabdomiólise são notificados pela FVS-RCP

Novos casos de rabdomiólise são notificados a FVS-RCP, nesta sexta-feira (27/08)


Cinco novos casos de rabdomiólise foram notificados por Itacoatiara, um de Caapiranga e um de Manaus


A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas - Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), recebeu nesta sexta-feira (27/08), mais cinco casos notificados de rabdomiólise em Itacoatiara (distante 176 quilômetros de Manaus). Ao todo são 24 casos notificados da doença pelo município. Ainda nesta sexta-feira, outros dois casos também foram notificados ao órgão, oriundos da cidade de Caapiranga e Manaus.


Em Itacoatiara, dos cinco casos, três seguem internados no Hospital Regional José Mendes. Todos os casos são pertencentes à mesma família, são quatro adultos (duas mulheres e dois homens) e uma criança de um ano e sete meses, que residem na Vila do Novo Remanso, zona rural de Itacoatiara.

Em Manaus, também se encontram internados em um hospital da rede pública, o paciente oriundo de Caapiranga, sexo masculino, 65 anos, e outro residente da capital, 69 anos.


De acordo com a coordenadora do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS/FVS-RCP), Liane Souza, o surto em Itacoatiara foi confirmado para rabdomiólise, sem registro de casos graves e óbitos pela doença. “Todos os pacientes apresentam a clínica e resultado laboratorial compatíveis com a doença. O quadro clínico de todos os internados em Itacoatiara e Manaus permanece de forma leve, mas requer cuidados assistidos”, explica Liane.


Rabdomiólise – A rabdomiólise é uma síndrome clínico-laboratorial que decorre da lesão muscular com a liberação de substâncias intracelulares para a circulação sanguínea. Ocorre normalmente em pessoas saudáveis, na sequência de traumatismos, atividade física excessiva, crises convulsivas, consumo de álcool e outras drogas, infecções e ingestão de alimentos contaminados que incluem o pescado. O quadro clínico da doença pode incluir elevações assintomáticas das enzimas musculares séricas (creatinina-fosfoquinase – CPK).


Referência – A FVS-RCP é responsável pela Vigilância em Saúde do Amazonas. A instituição funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na avenida Torquato Tapajós, 4.010, Colônia Santo Antônio, Manaus. Contato telefônico da FVS-RCP (92) 3182-8550 e 3182-8551.


SONORA: Coordenadora Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS/FVS-RCP), Liane Souza.


FOTO: Divulgação/FVS-RCP


Informações para a imprensa: Assessoria de Comunicação da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP): Maíra Pessoa Fragoso (3182-8523 e 98403-8627) e Girlene Medeiros (98103-6963).

0 comentário

Comments


bottom of page