top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

"Não matamos inocentes,": Morte de indígena causa indignação e TC anuncia caçada aos latrocidas



Após a repercussão da morte do indígena Melquisedeque, crime ocorrido na noite desta quinta-feira, 16, dentro de um coletivo em Manaus que causou indignação em populares, devido a forma de como foi praticado e o motivo do crime; o chamado Tribunal do Crime, supostamente formado por membros de uma facção que atua na região onde o crime foi cometido, se manifestou através das redes sociais e foi informado que ideu início a caçada ao grupo criminoso que praticou o crime.


"Pq foi em area do CV.

E CV nao mata inocente.

Pessoal aq do bairro tão indignados. Maiorias dos de frente falaram q se alguem souber dos caras a visar que vao ser cobrados".




Melquisedeque Santos do Vale, que tinha 20 anos, vítima de latrocínio, ocorrido na mesma noite do registro, em uma linha de ônibus.



O fato ocorreu na avenida Santos Dumont, bairro Tarumã, zona oeste de Manaus, na ocasião a vítima foi atingida por disparo de arma de fogo.


A polícia trabalha agora para identificar os criminosos e prendê-los.




0 comentário

Comments


bottom of page