Buscar
  • Adauto Silva

MPU - Parentes de Ewerton ainda não conseguiram velar e sepultar o rapaz



Parentes do jovem Ewerton Rafael, 23 anos, morador do bairro da Corenteza, encontrado no fim da tarde deste terça-feira, 08, morto em um saco plástico, jogada em uma área de mata na lateral do km 18 da estrada AM 352, que liga Manacapuru a Novo Airão, voltaram pra casa na noite desta quarta-feira, 10, sem o corpo de Ewerton para velar e fazer o sepultamento.




Segundo um parente da vítima, o elevado estado de decomposição do corpo dificultou a identificação do cadáver. O IML mandou na manhã desta quinta-feira, as impressões digitais de Ewerton para o instituto de Identificação

"Devido o corpo estar irreconhecível, as digitais vão para o instituto de identificação, daí saberemos uma resposta, portanto estamos voltando pra Manacapuru, mas sem o corpo e amanhã voltaremos caso liberem", relatou o parente da vítima.

Outro drama que a família passou após encontrar o corpo do jovem foi a espera por cerca de 20 horas, para que o corpo, que estava na pedra do necrotério do cemitério de Manacaouru fosse resgatado pelo IML.

0 comentário