top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

MPU》Padrasto é flagrado estuprando enteada de 10 anos. A mãe não denunciou a irmã da vítima fez o BO

A irmã da vítima flagrou o homem pelado em cima da criança de 10 ano e denunciou para a mãe que ficou de tomar as providências. Como a mãe não denunciou a irmã foi até a delegacia e fez o BO que motivou a prisão do homem de 51 anos



Denuncia de estupro de vulneravel feita pela irmã de vítima levou policiais da Delegacia Especializada de Manacapuru a prenderem na tarde desta quarta-feira (19), em Manacapuru, um homem de 51 anos que estava abusando sexualmente de sua enteada, uma criança de 10 anos.



A irmã da menina, flagrou o momento em que o padrasto estava sem roupa sobre o corpo da menor que estava com as calcinhas arriadas.



“Ela relatou que ao entrar no quarto da mãe, onde a menor também dorme, notou o homem em cima da menina e fazendo movimentos como se estivesse penetrando a menor, eles estavam cobertos por um lençol e quando puxou, viu que o homem estava pelado e a menor estava com a calcinha abaixada até o joelho, segundo relatou o irmã a menina estava dormindo no momento dos abusos”. Relatou Roberta Merly - delegada da especializada de Manacapuru.



Ao flagrar o ato, a irmã então falou pra mãe, que se prontificou de levar a menina até a delegacia, como não aconteceu, ela mesmo tomou a iniciativa de ir até a delegacia denunciar o caso.


“Essa mãe disse que não veio na delegacia porque a menina teria negado, mas após as diligências, ela confirmou o caso e disse inclusive que eu em outras ocasiões já acordou sem roupa, nós vamos abrir um inquérito para apurar se esse mãe foi conivente, ou se simplesmente na acreditou na menor”. Relatou Merly


Após a denúncia a equipe de investigadores da DEP foi até ao local e findou por localizar nas imediações da residência, onde o mesmo recebeu voz de prisão e foi conduzido para a Delegacia de Manacapuru.


“Aqui, ele negou que tenha feito sexo com a menina, mas confessou que praticava atos libidinosos, o que também caracteriza estupro, ele então foi autuado em flagrante por estupor de vulnerável e vai ficar a disposição da justiça, já a menina, todos os procedimentos foram adotados, inclusive passou por exame de conjunção carnal, que não apresentaram lesões nas partes íntimas, o que não diminui o crime cometido por este homem”. Finalizou Merly


Além dos exames, a criança será atendida por psicólogos da Rede de Proteção a Criança e Adolescente de Manacapuru.

0 comentário

Commenti


bottom of page