Buscar
  • Adauto Silva

MPU》Começou a vacinação dos profissionais da educação para a volta às aulas nesta quarta-feira



Iniciou nesta terça-feira a vacinação dos profissionais da educação básica, em Manacapuru e em outros municípios da Região Metropolitana de Manaus.


Em Manacapuru a classe foi dividida em quatro grupos prioritários para evitar aglomeração no posto de saúde do Sesc Balneário, parceiro da imunização.



A vacinação em massa dos trabalhadores, começou pela Região Metropolitana de Manaus (RMM) e será estendida aos demais municípios gradativamente, explicou o governador Wilson Lima. “Vamos iniciar pelo interior porque é nesses municípios que as aulas primeiro irão começar. E depois partimos com a vacinação para a capital. Nós temos números favoráveis no interior e também na capital, mas não podemos em nenhum momento descuidar”.



Os municípios de Silves, São Gabriel da Cachoeira, Anori, Canutama, Atalaia do Norte e Benjamin Constant estão com 100% dos profissionais da educação vacinados.



O Comitê Intersetorial de Enfrentamento à Covid-19 decidiu, em reunião na sexta-feira (14/05), autorizar o retorno às atividades presenciais nas escolas estaduais dos 61 municípios do interior do Amazonas. A decisão foi tomada após análise dos dados apresentados pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) aos poderes e órgãos de controle, que apontam a desaceleração dos casos da doença no estado.


Em 2021, a Secretaria de Estado de Educação e Desporto vai atender cerca de  211 mil estudantes no interior do estado, em 374 instituições nos 61 municípios.


Sistema Híbrido 

Para a volta às aulas, as turmas serão divididas em dois grupos (A e B), que frequentarão a escola em dias alternados, como aconteceu no ano passado. Quando um grupo estiver na unidade, o outro deverá estar em casa, acompanhando as transmissões do “Aula em Casa” ou com as atividades remotas designadas pelas escolas. Os grupos serão definidos pela própria equipe escolar da unidade, que deverá informar os pais e/ou responsáveis.


Desde o ano passado, as escolas da rede estadual estão adaptadas para que se façam cumprir todos os protocolos de segurança em saúde. Foram instalados nas unidades pias e totens - dispositivos de álcool gel e sabão, para que os estudantes e demais membros da equipe escolar possam higienizar corretamente as mãos.



0 comentário