Buscar
  • Adauto Silva

MPU》Cantor Gospel diz que só falará em juízo sobre acusações de estupros, vítima relata crime



Adriano de Menezes Soltelo, 33 anos, acusado de estuprar uma adolescente de 16 anos, crime cometido na tarde desta terça-feira, 08/12, em um balneário localizado no km 04 da estrada AM 352, disse em seu depoimento, que só irá falar em juízo. O suspeito optou por lhe garantir o direito de ficar calado, o que deixa margens para vários entendimentos quanto aos casos de estupros em que é suspeito de ter cometido.



Além da jovem de 16 anos que fez a denúncia que resultou na prisão em flagrante do suspeito, outras duas vítimas do suposto estuprador procuraram a delegacia para também denuncia-lo pelo mesmo crime. Uma segunda vítima foi ouvida nesta quarta-feira e a outra ficou de comparecer nesta quinta-feira, já que estavaviajandopara a capital.


A última vítima do suspeito, relatou à Notícias@.com como ocorreu o estupro e destacou seu maior ressentimento.




Para preservar a identidade, as imagens não identificam a vítima



Publicações Anteriores


Estupro


Outras Vítimas


Segundo a Delegada Roberta Merly, titular da delegacia da mulher em Manacapuru, após a prisão em flagrante de Adriano de Menezes Soltelo, 33 anos, acusado de estupro por uma adolescente de 15 anos, crime cometido na tarde desta terça-feira, 08/12, em um balneário localizado no km 04 da estrada AM 352, outras duas vítimas do suposto estuprador, entraram em contato com a delegacia para denuncia-lo.


Uma delas já prestou depoimento nesta manhã e contou que foi vítima do suspeito 3m crime que teve as mesmas características do que ele teria cometido com a adolescente.


Uma terceira vítima está em Manaus e marcou para prestar depoimento nesta quinta-feira, 10/12.



Leia também: Estupro da adolescente


A Polícia Civil de Manacapuru prendeu no início da noite desta terça-feira, 08/12, Adriano de Menezes Soltelo, conhecido no meio evangélico como cantor gospel e propagandista. Adriano foi acusado de estupro por uma adolescente de 15 anos, crime que teria sido cometido na tarde de ontem nas dependências de uma casa nas dependências de um balneário localizado no km 04 da estrada AM 352 Manacapuru/Novo Airão.


Segundo a vítima o cantor gospel teria lhe convidado para fazer fotos para propaganda de uma Academia Fitnees e como ela estava precisandode dinheiro aceitou. Adriano teria marcado com a jovem às 15:30 no posto de combustível do início da estrada, local onde se encontraram e o acusado teria levado a adolescente até o local para fazer as supostas fotos.


"Quando ele chegou eu perguntei pela mulher dele, porque ficaria feio pra eu ir sozinha com um homem casado, ele me disse que tava com problemas conjugais e que sua mulher poderia ficar com raiva por ele estar fazendo fotos de uma menina nova, mas que não teria problemas porque ele já tinha levado outras meninas antes para fazer fotos pra comercial, como ele é muito conhecido no meio evangélico e eu tava precisando do dinheiro das fotos, eu fui, mas lá não foi nada do que ele disse que a gente ia fazer", relatou a jovem.


Ao chegar ao local, onde estava deserto, Adriano mando a jovem vestir as roupas para fazer as fotos e depois começou assediar a jovem até lhe empurra para uma cama que tinha no local, tirou a roupa dela e praticou sexo com a jovem sem o seu consentimento.


"Eu disse que queria ir embora, foi quando ele me jogou na cama e começou a forçar pra tirar minha roupa, eu fiquei com muito medo pois não tinha ninguém mais ali, sabia que ninguém ia me ouvir, tentei fugir dele mais ele foi mais forte e me segurou até praticar o sexo comigo", contou a adolescente.


Ainda segundo a vítima, após o crime Adriano foi até a beira da estrada, chamou um moto taxi que passou por ali e pagou para que deixasse a vítima na casa dela.


"Eu cheguei em casa muito assustada e chorando, ai contei pra minha mãe o que tinha acontecido e fomos até a delegacia registrar o crime.


A jovem fez exames que comprovaram o estupro. Adriano foi preso no início da noite em sua residência e agora está preso na delegacia de Manacapuru a disposição da Justiça.

0 comentário