top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

MPU 1° de Agosto》Câmeras flagram larápios. Ela roubou celular da drogaria e ele da loja de açaí


LADRA I

Mulher é flagrada roubando Celular

Na manhã desta segunda-feira 01/08, uma mulher ainda não identificada foi flagrada por uma Câmera de monitoramento da drogaria Cordeiro, localizada no bairro da Correnteza em Manacapuru, furtando um celular do balcão da drogaria.



Nas imagens, a mulher que aguardava a atendente que teria ido buscar um medicamento na parte interna da farmácia, percebe o celular no balcão e após atentada pelo espírito do seu lado ruim, passa a mão no aparelho e deixa o local.



A proprietaria da farmácia pede ajuda de quem identificar a mulher para denunciar na delegacia ou na própria farmácia.



LADRÃO II

DUPLA ROUBA FARMÁCIA

Crime aconteceu no “encontro dos amigos” no Bairro da Liberdade, comparsa vestido de mototaxista deu suporte na fuga.



O assalto ocorreu em uma loja de Açaí, localizado no Rua Gilberto Mestrinho, bairro da Liberdade, em Manacapuru.


Era por volta das 2h da madrugada, e o dono do estabelecimento estava aguardando o entregador chegar da última entrega, para fechar o caixa, quando foi abordado por um criminoso, que com uma arma de fogo, anunciou o assalto, pegou o celular da vítima, em seguida foi até o balcão e pegou todo o dinheiro da renda.



O entregador do estabelecimento chega no momento do assalto e também é rendido.


Em seguida, o suspeito fugiu tendo o suporte de um mototaxista que estava aguardando nas proximidades do portão do Templo Central da Assembleia de Deus.



As imagens do circuito interno, é possível ver o momento em que o mototaxista observa e na hora que o suspeito sai da loja, ele funciona a motocicleta para auxiliar na fuga.


Quem reconhecer esses dois assaltantes nas imagens, entre em contato com a Polícia Civil, através do número 99517-0201 ou através do 190 da Polícia Militar.



A maior preocupação da vítima, é que um dos celulares roubados, ele usa para receber os pedidos dos clientes, o que pode gerar transtornos maiores, além do prejuízo.


0 comentário

Comments


bottom of page