Buscar
  • Adauto Silva

Manacapuru é um dos cinco municípios do Amazonas a receber usina para produção de O² líquido


Manacapuru

Cinco municípios do interior do Amazonas vão contar com Usinas Independentes para para produção de oxigênio líquido, as usinas doadas pelo Hospital Sírio Libanês de São Paulo, serão instaladas nos hospitais das cidades de Manacapuru, Eirunepé, Carauari, Labrea e Tabatinga



O Governo do Amazonas recebe, hoje, quarta-feira (20/01), cinco usinas independentes para a produção de oxigênio líquido, doadas pelo Hospital Sírio Libanês, de São Paulo. O material será utilizado no suporte assistencial, em unidades de saúde do interior, como parte das ações de enfrentamento da pandemia da Covid-19.

Segundo o secretário de Estado da Saúde (SES-AM), Marcellus Campêlo, os municípios beneficiados com a ação serão: Eirunepé, Manacapuru, Lábrea, Tabatinga e Carauari.



O material saiu do Aeroporto de Viracopos, em Campinas, com destino a Manaus na noite desta terça-feira (19/01). Cada usina tem capacidade para produzir 26 m³/hora. O reforço ajudará a suprir a escassez de O2, ocasionado pelo aumento no número de hospitalizações na rede pública estadual de saúde e da oferta de leitos.


Além delas, outras sete usinas independentes foram doadas pelo Ministério da Saúde (MS) e já estão no Estado. Elas entrarão como suporte em unidades de média e alta complexidade da capital.


As capacidades de produção variam entre 13 e 22 m³/hora. Duas delas estão sendo instaladas no Hospital e Pronto-Socorro Delphina Aziz, na zona Norte de Manaus, unidade de referência no tratamento da Covid-19.

0 comentário