Buscar
  • Adauto Silva

Idosa que estava perdida na mata em Humaitá é encontrada 24 horas depois ao lado de Pantera


Dona Terezinha de 85 anos passou 34 horas na mata acompanhada de sua fiel amiga, a cadela Pantera


O personagem de mais essa história de desaparecidos na mata Amazônica é dona Tereza Leal Costa, 85 anos que saiu para pescar e juntar Castanha próximo a sua residência localizada no KM 27 da BR-230/Transamazonica, sentido município de Humaitá.



Dona Terezinha, como é conhecida na região passou 24 horas dentro da mata fechada, perdida, apenas com a companhiade sua cadela.


Segundo a aposentada ela procurou manter a calma e buscou se proteger o máximo possível.



As buscas iniciaram ainda ontem. Foram montadas 3 equipes para percorrere a área mapeada, percurso que chegou a 3 Km dentro da floresta.


Além dos filhos e alguns amigos a polícia militar e ambiental também ajudaram nas buscas.



Foram 24 horas dentro da Floresta Amazônica/ Dona Tereza de 85 anos estava ao lado de sua fiel escudeira/ a pantera/ e segundo dona Tereza/ ela não estava perdida/ e sim/ saiu para colher castanha e Pescar



Segundo as equipes de busca dona Terezinha que foi encontrada toda suja de lama da pescaria, disse que não estava perdida, apenas estava um pouco desorientada e por isso preferiu não se arriscar andando na mata fechada durante a noite. A idosa ainda carregava o paneiro nas costas cheio de castanhas.



Dona Terezinha e sua fiel amiga Pantera estão de volta pra casa e prometem voltar pra casa mais cedo da próxima sardinha da dupla.

0 comentário