top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

Greve: Três homens são presos após jogarem bomba, governo fala da paralisação e reune com sindicato


A quarta-feira foi de muita movimentação no Estado em função da greve deflagrada pelos professores da Rede Estadual de Educação. A categoria iniciou paralisação para reivindicar aumento salarial de 25%.



Outro assunto de grande repercussão foi uma ataque à bomba realizado durante manifestação da categoria em frente a ALEAM. Três homens foram presos após jogarem uma bomba sobre professores.



Após o primeiro dia de greve o Governo do Estado falou de estudo que definirá percentuais de aumento e marcou para esta quinta-feira reunião com a categoria.



Governo do Estado reúne com a Categoria nesta quinta-feira


Está marcada para esta quinta-feira,18/05, reunião com o governo e a categoria. A reunião será às 14 horas, faltando definir somente se a reunião será realizada na sede do Governo ou na sede da Assembleia Legislativa do Amazonas.



Participarão da reunião os representantes dos sindicatos da categoria, deputados estaduais, comissão de educação da ALEAM e a equipe do governo.


Os professores pedem um aumento de 25% nos salários. A classe reclama de três datas bases atrasadas


*Nota do Governo fala sobre greve dos professores*


O Governo do Amazonas informa que já trabalha em um estudo financeiro, em virtude da queda na arrecadação no Estado, situação registrada também em outros estados, para que seja definido qual percentual de reajuste será oferecido aos profissionais da rede estadual de Educação do Amazonas. Uma reunião entre a equipe técnica do governo será realizada nesta quinta-feira (18/05), para tratar de novas propostas para a categoria.



O Governo do Amazonas reforça que segue trabalhando em uma série de ajustes administrativos, como o recadastramento de servidores, buscando a desoneração da folha de pessoal, para que seja possível realizar o pagamento da data base dos profissionais da Educação.


Cabe ressaltar, ainda, o compromisso da atual administração estadual com a valorização dos profissionais da Educação que, desde 2019, já pagou mais de R$ 139 milhões em abono Fundeb para todos os servidores, entre professores e administrativos, ato inédito até então. O governo concedeu, também, de 2019 a 2021, quase 14% de reajuste salarial, sendo o último, de 9,19% a contar de 01 de janeiro de 2022; realizou a progressão vertical e horizontal de 18,7 mil servidores; além de investimentos realizados na qualificação dos profissionais e melhorias na infraestrutura das unidades de ensino.


Deputados irão pedir ao governo do Estado que retire a ação impetrada na justiça contra o Sindicato, que foi acatada pelo Desembargador Chalube, vetando a greve e determinando multa diária ao sindicato em caso de descumprimento da determinação.


A categoria não acatou a decisão do desembargador e está nesta quinta-feira no segundo dia de greve.


ATAQUE AOS PROFESSORES  

Três homens que não tiveram a identidade revelada foram presos após jogarem uma bomba em cima de profesores durante manifestação em frente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), na manhã desta quarta-feira (17).

 

Atenção Manacapuru e Região

 

O homens estavam em um veículo preto. Após revista, a polícia encontrou um aparelho celular, notebook, dinheiro em especie, cabos, escada, um cigarro de maconha e a caixa do explosivo.



No local, os profesores denunciaram que a ação pode ter sido ordenada por alguém.

O trio recebeu voz de prisão e será conduzido para o 23º

Distrito Integrado de Polícia (DIP)

0 comentário

Comentarios


bottom of page