Buscar
  • Adauto Silva

Família: Bolsonaro veta lei que previa a oferta gratuita de absorventes higiênicos


O presidente Bolsonaro vetou nesta quinta (7) trecho de uma lei que previa a oferta gratuita de absorventes higiênicos, além de outros cuidados com saúde menstrual.


Como a pobreza menstrual afeta milhares de pessoas no mundo?







CONTRAPONDO


O governo que vetou a oferta gratuita de absorventes higiênicos, além de outros cuidados com saúde menstrual, é o mesmo que propôs R$ 2,128 bilhões para o Fundo Eleitoral em 2022.



0 comentário