top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

‘Faça Bonito’: Ações da Sejusc alcançam mais de 5 mil estudantes, com identificação de possíveis cas

Palestras e dinâmicas acontecem em Manaus e no interior


As ações da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) acerca do combate ao abuso e exploração sexual infanto juvenil foram reforçadas nas escolas públicas com a campanha “Faça Bonito” e já alcançaram 5.316 alunos desde o dia 2 de maio. Do total, 47 estudantes foram atendidos pela equipe psicossocial por serem possíveis vítimas. 

Durante a campanha, um corpo técnico especializado composto por assistentes sociais, psicólogas e pedagogas, atua de maneira específica para identificar situações em que os alunos manifestem necessidades de denunciar, se sintam seguras em relatar fatos e que sejam encaminhadas para um atendimento posterior pela equipe profissional, quando necessário.

São usados vídeos educativos, músicas interativas, exercícios lúdicos que ensinam que o corpo da criança e do adolescente não pode ser tocado sem consentimento, além de debates para tirar dúvidas, tudo de acordo com a idade do público escolar.


Até esta terça-feira (16/05), as equipes da Sejusc já passaram por escolas estaduais e municipais de Manaus, Manacapuru, Iranduba e Rio Preto da Eva, municípios da Região Metropolitana. Na próxima semana as atividades chegam a Presidente Figueiredo (a 117 quilômetros da capital). 


A secretária da Sejusc, Jussara Pedrosa, reforça que as atividades do Faça Bonito iniciaram no dia 2 com a iluminação do Teatro Amazonas e segue até dia 31, com caminhada por Parintins (distante a 369 quilômetros de Manaus) e iluminação da Catedral de Nossa Senhora do Carmo, além das palestras escolas da rede pública de ensino. 

“A Sejusc tem profissionais especializados para fazer essas abordagens, são psicólogos e assistentes sociais, e há toda uma forma pedagógica para ser tratado esse assunto. Em casos de denúncias, podem ser procuradas a Polícia Militar, as delegacias da área, as especializadas, além do Disque 100”, frisa a secretária. 


Fora do ambiente escolar, a Sejusc, por meio da Secretaria Executiva de Direitos da Criança e do Adolescente (Sedca) também está atuando nas Centrais Integradas de Fiscalizações (CIFs), junto com demais órgãos de proteção do Estado. Entre os dias 28 de abril e 12 de maio, foram sete CIFs, com a participação de 60 servidores da secretaria. 


0 comentário

Comments


bottom of page