Buscar
  • Adauto Silva

Estelionato em MPU: Agência de passagem aéreas vendia bilhetes falso e deixou clientes a ver navios

Atualizado: 25 de Ago de 2021



Nós formamos um grupo de quatro pessoas e compramos 30 passagens para a nossa família, quando foi próximo a nossa viagem fomos avisados por outras vítimas que as passagem não exixtiam e que os bilhetes eram falso. Tentamos falar com a Raimunda ou a Luana e não conseguimos mais, além da viagem frustrada tivemos um prejuízo de R$ 12 mil reais, relatou uma vítima do golpe das passagens fakes.


O CASO

Dezenas de pessoas de Manacapuru procuraram a delegacia de polícia do município para denunciar duas mulheres que segundo eles eram as proprietárias de uma Agência de Viagens que estava instalada em Manacapuru e aplicou o golpe do bilhete falso nas vítimas.



A Agência vendia passagens facilitadas para diversos lugares do Brasil, tudo ia muito bem até chegar o dia do primeiro grupo fazer sua Turner, que acabou no saguão do aeroporto Eduardo Gomes em Manaus.


Segundo um vítima que procuro o Portal Notícias@.com para denunciar, após não terem o localizador de viagem identificado pelo sistema da companhia aérea , o grupo procurou o balcão de atendimento e lá foi identificado a fraude. Segundo a atendente da empresa que prestaria o serviço aéreo, os bilhetes eram falso e não tinham validade alguma para o translado comprado pelas vítimas na Agência de Manacapuru.



O alerta foi dado aos demais clientes que procuram as vendedoras que não mais foram encontradas na cidade. A dupla de falsárias foi mais além, ao procurarem o cadastro da empresa, as vítimas descobriram que as "vendedoras de sonhos" já tinham dado baixa na empresa e vazaram.


Um vítima do golpe usou sua rede social para desabar sua indignação.



De uma Vítima do Golpe


"Vim hj aqui, indignada com o que aconteceu comigo, minha família, amigos e conhecidos, essas 2 senhoras Nonata (dona da empresa) e Luana (vendedora) tem uma agência de viagem chamada Liny Turismo, elas simplesmente aplicaram golpe em mais de 100 pessoas (que sabemos até o momento), venderam passagens aéreas falsas e sumiram com nosso dinheiro, como uma pessoa tem coragem de fazer algo assim? Em uma cidade tão pequena como a nossa, onde todo mundo se conhece, elas simplesmente nao tem um pingo de vergonha, estão com papinho dizendo que vão devolver nosso dinheiro, mais tudo mentira, até agora nada ainda. Estou indignada!


Vamos compartilhar o máximo possível pra que elas fiquem bem conhecidas e alguém q tenha sido enganado também possa correr atrás de seus direitos e também ir até a delegacia fazer seu BO!"


Vítimas do suposto estelionato registraram o crime na delegacia de Manacapuru

Até a manhã desta quarta-feira, 25/08, pouco mais de 20 BOs-Boletins de Ocorrência, que envolvem mais de 30 vítimas já foram registrados contra a proprietária da empresa e sua sócia na venda das passagens.


As acusações são contra:

》Raimundo Nonata Guimarães, proprietária da empresa- 07 BOs


》Luana de Cunha Vidal, sócia vendedora - 12 BOs


Nossa equipe procurou o escritório da empresa Line Turismo que está fechado e segundo moradores do local não mais funciona ali. Por telefone tentamos falar com a proprietária da empresa mas o telefone só dá fora de área.


Fica o espaço no Portal para a defesa ou razões da denunciada.


0 comentário