Buscar
  • Adauto Silva

Enfermeiro mata namorada e justifica: "me passou coronavirus:

Ela me passou o coronavírus, relatou o médico à polícia e em seguida tentou o suicídio

O jornal Daily Mail divulgou o homicídio que deixou muita gente perplexa. De acordo com o porta, um enfermeiro matou sua namorada, uma jovem médica, recém-formada, porque segundo ela supostamente tinha lhe contaminado com o coronavírus.

O homem identidicado como Antônio De Pace, de 28 anos, confessou ter assassinado a própria namorada, a médica Lorena Quarantana, de 27 anos, o caso aconteceu na Itália.

Segundo o jornal Daily Mail, após cometer o crime Antônio ligou para a polícia relatando o que havia feito e em seguida tentou o autoextermínio cortando os pulsos, mas foi socorrido e encaminhado para um hospital. As autoridades locais afirmaram que os dois trabalhavam no mesmo hospital, localizado na cidade de Messina, na Sicília, eles cuidavam do atendimento de infectados pelo coronavírus.

O enfermeiro disse para a polícia que matou a namorada porque ela lhe havia passado o coronavírus. No entanto, o casal havia realizado os exames para a doença e testaram negativo para o novo coronavírus.

A polícia está seguindo várias linhas de investigação sobre o caso. Pouco antes de perder a vida, Lorena usou as redes sociais para postar um longo texto onde lamentava a morte de 41 médicos italianos por causa da Covid-19.

0 comentário