top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

Em Tabatinga, Idam investe no banco de sementes de mandioca, em parceria com Ifam

Técnicos do órgão, juntamente com estudantes do Ifam, plantaram três variedades de mandioca melhoradas pela Embrapa

 

Em continuidade às atividades do Projeto Prioritário de Mandioca em Tabatinga (distante 1.108 quilômetros de Manaus), o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), em parceria com o Instituto Federal do Amazonas (Ifam), realizou, na quarta-feira (28/06), o plantio de três variedades de mandioca melhoradas geneticamente pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

Conforme o gerente da unidade local do Idam, Franklânio Duarte Ferreira, a ação foi realizada juntamente com os alunos do 3º ano do Curso Técnico em Agropecuária do campus do Ifam, em Tabatinga. Foram plantadas três variedades de mandioca, melhoradas geneticamente: aipim manteiga, brs jacundá e lindóia.

“Nosso objetivo é a reprodução de manivas sementes como Banco de Germoplasma. A finalidade do banco é subsidiar os beneficiários do Projeto Prioritário com maniva de qualidade para suas áreas de produção, garantindo melhor produtividade e aumento da renda familiar”, delineou Franklânio.

 

Mandioca

 

Considerada uma atividade de significativa importância social e econômica no Amazonas, a cultura da mandioca envolveu, em 2022, mais de 65 mil agricultores familiares e produtores rurais, com uma área plantada superior a 78 mil hectares e a produção de 208 mil toneladas de farinha, sendo os maiores produtores os municípios de Tefé, Maués e Manacapuru.

As atividades de Assistência Técnica e Extensão Rural do Idam para a cultura da mandioca estão relacionadas ao incentivo à adoção de novas tecnologias, mecanização e adubação de áreas, variedades mais produtivas, uso de casas de farinha padronizadas, capacitação em boas práticas de produção, orientação e apoio aos processos de organização, agregação de valor e de comercialização, objetivando o acesso desse público aos diferentes mercados consumidores.

 

0 comentário

Comments


bottom of page