top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

Em Parintins, policiais civis prendem dois homens por crimes praticados contra mulheres

Os infratores responderão por crimes distintos, um pelo crime de estupro e outro por violência doméstica

Policiais civis da Delegacia Especializada de Polícia (DEP) de Parintins (a 369 quilômetros de Manaus) prenderam, nesta quinta-feira (02/03), dois homens, de 36 e 34 anos, sendo um pelo crime de estupro e o outro por crimes no âmbito da violência doméstica, como violência psicológica, perseguição e violação de domicílio, respectivamente.

As prisões ocorreram em torno da Operação Átria, ação nacional de enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher, coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP).

Conforme a delegada Marna de Miranda, titular da DEP, o crime de estupro foi praticado contra uma adolescente de 17 anos. As investigações iniciaram após a vítima comparecer com sua mãe na delegacia e denunciar seu vizinho como autor. O crime ocorreu no dia 28 de novembro de 2022.

“Na ocasião do delito, a vítima foi ameaçada com uma arma de fogo pelo autor, e o abuso sexual resultou em uma gravidez. Por esse motivo, solicitamos à Justiça o mandado de prisão preventiva dele”, explicou Marna.

Já em relação à violência doméstica contra uma mulher de 29 anos, a delegada informou que a vítima procurou à DEP e registrou o Boletim de Ocorrência (BO). O fato aconteceu na madrugada do dia 5 de janeiro deste ano, quando o infrator invadiu sua residência e cometeu os crimes de violência psicológica, perseguição e violação de domicílio, todos no âmbito da Lei Maria da Penha.

“Após o registro do BO, solicitamos à Justiça uma medida protetiva de urgência para a vítima, bem como um mandado de prisão para o homem, que foi decretado pelo Poder Judiciário”, disse a autoridade policial.

Ambos foram conduzidos à sede da DEP de Parintins, onde ficarão à disposição do Poder Judiciário.


0 comentário
bottom of page