top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

Em Manacapuru e Manaus: Crimes de feminicídio movimentam as redes sociais nesta segunda-feira


As redes sociais passaram a ser uma fonte de denúncias de crimes cometidos contra a mulher. Nesta segunda-feira, 08/05, três postagens chamaram atenção, das quais, duas vítimas são apresentadas como de Manacapuru e outra da capital.

 

Atenção Manacapuru e Região


Feminicídio é um termo de crime de ódio baseado no gênero, mais definido como o assassinato de mulheres em violência doméstica ou em aversão ao gênero da vítima, mas as definições variam dependendo do contexto cultural.



As mulheres foram vítimas de crime de feminicídio. Uma foi encontrada morta no barraco onde morava em uma invasão de Manaus, outra agredida pelo namorado, que não foi identificado, e a terceira denúncia é de uma mãe que resolveu expor o companheiro de sua filha que agrediu a jovem



Postagem que circulam nas redes sociais



"Covardão da zona leste quebra blindada na porrada, agora sua digníssima sogra está colocando a cara do safado na mix, pra ver se alguém mande ele para o inferno". 😉


 

"Disseram que a moça é batalha, trabalha pelo certo, só que é foda que moleca desse tipo, gostam de se meter com vagabundo cheirador de pó, que não quer porra nenhuma com a vida".

 

"Se ela arrumasse um cara de boa que ajudasse ela e desse uma vida melhor, ela ainda colocaria chifre no cara porque elas gostam dos noia metidos a bandido, esses comédia vagabundo".


 

"Plantou e colheu!

Eu não tenho pena não, mas vou compartilhar porque o crime de verdade, não aceita que batam em mulher. Então que eles se resolvam pra lá e que logo ele apareça morto".


 

HOMÍCIDIO DE UMA MULHER NA INVASÃO ITAPORANGA



Uma mulher identificada como Eliana, 38, foi encontrada morta com as mãos e pés amarrados na comunidade Itaporanga, na Cidade Nova. Segundo informações da Polícia militar, vizinhos relataram que na madrugada de hoje ouviram uma discussão entre ela e provavelmente o marido, cujo primeiro nome é marcelo. Sentiram falta da mulher e quando chegaram na casa a encontraram morta. A policia militar isolou a área e a DEHS vai investigar o caso. Corpo foi para o IML.




0 comentário

Yorumlar


bottom of page