top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

Em Iranduba, homem é preso por envolvimento em homicídio

Vítima foi torturada fisicamente dias antes da ação criminosa


A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da 31ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus), cumpriu, nesta quarta-feira (09/08), por volta das 11h, mandado de prisão preventiva de Robson dos Santos Bentes, 32, pelo crime de homicídio cometido contra Alex da Silva Mesquita, que tinha 29 anos. O crime ocorreu no dia 28 de janeiro deste ano, na comunidade Lago do Limão, quilômetro 30, da rodovia Manoel Urbano, naquele município.



De acordo com o delegado Raul Augusto Neto, titular da unidade policial, as investigações apontaram que a motivação do crime seria o fato da vítima ter furtado um motor de uma embarcação. Alex era contumaz nessa prática criminosa no município.



“Alguns dias antes do crime, a vítima havia sido sequestrada para um local desabitado e torturada por três integrantes de um grupo criminoso. Alex foi torturado fisicamente com pedaços de madeira e atingido por um disparo de arma de fogo em uma das pernas”, explicou o delegado.



Conforme a autoridade policial, já no dia 28 de janeiro, Alex foi morto por disparo de arma de fogo. Segundo Raul Augusto, foi verificado a existência de um vídeo que foi amplamente divulgado nas redes sociais em que mostrava a vítima sendo torturada.



“Com base nesse vídeo foi possível identificar Robson dos Santos Bentes como um dos autores. Sendo assim, foi representada à Justiça pela prisão dele, e a ordem judicial foi decretada no dia 19 de junho deste ano, pela 2ª Vara da Comarca de Iranduba. Durante diligências nesta quarta-feira, cumprimos o mandado na mesma comunidade onde aconteceu o homicídio”, explicou o titular.

As investigações continuarão para identificar os demais envolvidos na ação criminosa.



Procedimentos

Robson responderá pelo crime de homicídio. Ele passará por audiência de custódia e ficará à disposição da Justiça.

0 comentário

Comments


bottom of page