top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

Em Brasília, Wilson Lima pede melhoria no serviço de conectividade e segurança da aviação no Amazona

Governador apresentou demandas do Estado ao presidente da Anatel e ao diretor da Anac, em especial para o Festival de Parintins


Em Brasília (DF) nesta terça-feira (11/04), o governador do Amazonas, Wilson Lima, se reuniu com o presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Carlos Baigorri, para tratar da conectividade de internet na região, em especial nos municípios do interior. Ele também foi recebido pelo diretor da Agência Nacional de Aviação (Anac), Luiz Ricardo Nascimento, para tratar da segurança da aviação no Amazonas.

Na Anatel, Wilson Lima solicitou a ampliação do serviço de internet 5G e discutiu com Carlos Baigorri a elaboração de um projeto para conectar mais de 100 escolas no Amazonas. Mais de 23 mil estudantes do Amazonas, matriculados na rede pública, têm aulas no modelo de ensino mediado por tecnologia, recebendo conteúdos produzidos e transmitidos, a partir de Manaus, pelo Centro de Mídias de Educação do Amazonas (Cemeam) da Secretaria de Estado de Educação e Desporto.

O governador pediu, ainda, a instalação da fibra ótica em Tabatinga (1.108 quilômetros de distância da capital), município de área de fronteira onde a conectividade de internet e a telefonia são precárias. E solicitou a melhoria dos dois serviços também em Parintins, especialmente durante o Festival Folclórico dos bumbás Caprichoso e Garantido. Houve um compromisso da Anatel em apoiar a logística e infraestrutura.

“A gente tem grandes distâncias no Amazonas e a conectividade ajuda a diminuir essas distâncias. É importante que, cada vez mais, a gente melhore o sinal de telefonia celular no interior do estado do Amazonas, o que ainda é um problema muito grave que a gente enfrenta”, reforçou Wilson Lima.


Anac


Na Anac, o governador discutiu a segurança da aviação no estado, em especial na cidade de Parintins (distante 369 quilômetros de Manaus) durante o festival. O aeroporto do município possui operações do tipo aviação comercial doméstica, regular e não regular, e aviação geral doméstica. Para Wilson Lima, é necessário aumentar a oferta de voos no período do festival, quando a população no município praticamente dobra, com boa parte dos turistas se deslocando por via aérea. 

“A Anac é uma grande parceira juntamente com o Sindacta, a Aeronáutica e todos os órgãos na questão da aviação para que a gente possa fazer a operação durante a semana do festival. As operações de pousos e decolagens aumentam significativamente e há uma necessidade de montar uma estrutura especificamente para esse período da festa e garantir que as aeronaves possam pousar e decolar com segurança”, destacou o governador.

0 comentário

Comments


bottom of page