top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

Em ação conjunta, PC-AM e PC-PA prendem foragido por estelionato na comercialização de veículos auto

Prejuízo às vítimas chegaram a ultrapassar R$ 300 mil

 

Em ação conjunta, a Polícia Civil do Amazona (PC-AM) e a Polícia Civil do Pará (PC-PA), cumpriram, mandado de prisão preventiva de Raimundo Nonato Ferreira Ribeiro, que estava foragido do Pará pelo crime de estelionato na comercialização de veículos automotores, praticado em 2022, no município de Abaetetuba (PA). A prisão ocorreu na quinta-feira (06/04).

 

Conforme o delegado Denis Pinho, diretor do Departamento de Inteligência e Polícia Judiciária (DIPJ/PC-AM), as diligências em torno do caso iniciaram após a PC-PA solicitar apoio da PC-AM, informando que Raimundo Nonato estaria morando em Manaus. As investigações apontaram que os prejuízos às vítimas dos crimes chegaram a ultrapassar o valor de R$ 300 mil

 

“Com base nas informações, iniciamos as diligências e conseguimos localizar o indivíduo dentro de um ônibus que ia para Boa Vista. Com ele foram apreendidos R$ 450 e um aparelho celular”, disse Pinho.

 

Segundo a autoridade policial, Raimundo Nonato aplicou os golpes em diversas vítimas no município paraense. Ele ludibriou as vítimas dizendo que era proprietário de uma loja de compra e venda de veículos seminovos, e comercializava os automóveis com restrições em virtude de alienação fiduciária, prometendo a quitação deles. Além disso, ainda recebia veículos das vítimas durante as transações, como parte do pagamento.

 

“Após o descumprimento do acordo, as vítimas procuravam Raimundo para reaver seus veículos, e desfazerem o negócio, elas descobriram que seus carros já haviam sido repassados a terceiros”, informou o delegado.

 

O Poder Judiciário paraense acolheu representação formulada pelas investigações da PC-PA, para bloqueio das contas do investigado, a fim de garantir a reparação dos danos sofridos pelas vítimas.

 

Procedimentos

 

Raimundo Nonato responderá por estelionato na comercialização de veículos automotores. Ele permanecerá à disposição do Poder Judiciário e, posteriormente, será recambiado para o Pará.

 

0 comentário

Comments


bottom of page