top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

Em 6 meses, mais de 3,2 mil pessoas foram presas em Manaus

Mais de 24% dos presos são suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas

 

Manaus registrou entre os meses de janeiro a junho deste ano, uma média de 18 prisões por dia. De acordo com dados da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) neste período, as ações integradas das forças de Segurança resultaram na prisão de 3.259 pessoas. Do total geral de prisões, 24% delas foram por suspeita do envolvimento dos presos com o tráfico de drogas.



Para o Secretário de Segurança Pública do Estado do Amazonas, General Carlos Alberto Mansur, o aumento significativo no número de prisões é resultado de um trabalho integrado entre as forças de segurança do Estado, a Secretaria de Segurança Pública, o Governo Federal e o Tribunal de Justiça do Amazonas. Essa cooperação entre as instituições foi fundamental para o fortalecimento do sistema de justiça criminal e o combate efetivo à criminalidade, principalmente, na capital.



“Esse trabalho conjunto resultou em um aumento significativo no número de prisões realizadas no primeiro semestre de 2023 em Manaus. Diversos criminosos foram capturados e encaminhados ao sistema prisional, contribuindo para a redução dos índices de criminalidade e para o aumento da sensação de segurança da população amazonense”, destacou Mansur.


Números

O envolvimento com tráfico de drogas, conforme os números, representa 24% do número total de prisões, ou seja, resultou na prisão de 797 pessoas. Outras duas tipificações criminais com um número elevado de prisões são roubo e receptação. Juntos, somaram 711 prisões, cerca de 21%.


Endossam essa lista, os crimes de lesão corporal e ameaça, com 438 pessoas presas (13% do total de prisões); porte ilegal de armas com 277 presos; furto com 262 e homicídios, representando 5,1% do total de presos, ou seja, 206 prisões.


O coordenador do Centro Integrado de Estatística de Segurança Pública (Ciesp), major Rouget Brito, explicou que estão inseridos entre esses 3.259 casos, os suspeitos presos em flagrante (76%), que são localizados durante o cometimento do crime e os presos em decorrência do cumprimento de mandados de prisão (22).



O Comandante-Geral da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), coronel Vinícius Almeida, destacou o empenho dos policiais, que não tem medido esforços para aumentar a sensação de segurança da população. “Esses números representam o empenho e o compromisso de nossos guerreiros para combater o crime no estado do Amazonas. Isso gera mais conforto à sociedade e reduz o poder econômico das organizações criminosas. A PMAM está empenhada em levar segurança pública de qualidade para o cidadão amazonense”, afirmou o comandante. 

0 comentário

Comments


bottom of page