Buscar
  • Adauto Silva

Eletricista é morto a tiros após cortar luz por falta de pagamento



Tudo parecia mais uma ação de trabalho para o eletricista José Reginaldo de Santana Júnior, de 31 anos, da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe), mas o que ele não sabia era que seria alvo de tiros após cortar a energia elétrica de uma fazenda em Limoeiro no Agreste de Pernambuco.



O funcionario da CELPE foi morto a tiros na tarde dessa terça-feira (29/09) após cortar a energia elétrica da Fazenda. Segundo a Polícia Militar, após o corte de energia o proprietário da fazenda, que já tinha fechado a porteira com um cadeado, para evitar o desligamento, ficou bravo, sacou de uma arma de fogo e atirou diversas vezes contra o funcionários, que morreu no local.



O homem ainda obrigou o segundo funcionário, de 39 anos, a religar a energia, “ameaçando-o com a arma de fogo apontada em sua direção”. Depois da religação, ele ainda ameaçou o segundo funcionário e o obrigou a entrar no porta-malas do carro da Celpe.


O crime foi registrado Delegacia de Homicídios de Limoeiro e está sendo investigado.


Equipes Táticas da Polícia Militar realizam diligências para tentar encontrar o homem responsável pelo homicídio.


Fonte: portal 180.

0 comentário