Buscar
  • Adauto Silva

Ele matou a Leomara e simulou suicídio por enforcamento, laudo confirma suposta versão dos parentes

O laudo do Instituto Médico Legal (IML) foi emitido e confirma que a vítima foi morta por asfixia mecânica.


Leomara Ferreira da Costa foi encontrada morta no quarto de sua residência, na rua Lúcia Rodrigues, bairro Urucu, em Coari, no médio rio Solimões.


Em conversa com. Nossa reportagem uma parente da vítima informou que Leomara foi morta pelo namorado, que teria forjado o suicídio.

O namorado da vítima, identificado como Petronio Dacio Ferreira, informou em Boletim de Ocorrência (BO), que foi até a casa de Leomara por volta das 11h46, após a mesma não responder suas ligações e mensagens de WhatsApp.



Ao chegar na casa, o mesmo teria encontrado somente a filha da vítima, de 10 anos, e que, ao tentar entrar no quarto, o mesmo estaria trancado.


Petronio chamou um vizinho e juntos teriam arrombado a porta. No interior do cômodo encontram a vítima com uma corda no pescoço.



Suspeito crime

Familiares e amigos, ao verem o corpo de Leomara, desconfiaram, pois a mesma estava com marcas de agressão física e, no quarto da vítima, as paredes estariam sujas de sangue.



Familiares e amigos da vítima, que estiveram no Instituto Médico Legal (IML), informaram à nossa equipe de reportagem que a filha de Leomara disse em depoimento, ainda no município de Coari, que o padrasto esteve na casa da mãe durante a noite de sexta-feira (26), desmentindo a versão do mesmo, que relatou em Boletim de Ocorrência, que saiu da casa durante o dia e teria voltado somente no dia 27, sábado.



Ainda em depoimento, a criança informou que Petronio teria feito o jantar e supostamente colocado algo para fazer a mesma dormir mais rápido. A criança esteve no IML, onde foi coletada urina para realização de exames.



O laudo do IML saiu na noite deste domingo (28), e confirmou que Leomara não tirou a própria vida, e sim que foi estrangulada. A cena teria sido forjada para dar a entender que a mulher teria cometido suicídio.


A polícia Civil abriu inquérito para investigar o suposto suicídio e terá Petronio Dacio Ferreira como principal suspeito doe um possível crime.


0 comentário