Buscar
  • Adauto Silva

Duplo homicídio na AM352, Louro matou o Boró e Babalu



O crime ocorreu na noite deste sábado, em um sítio localizado no km 28 da estrada AM 352, em Novo Airão. O duplo homicídio ocorreu após desavença que teve como motivação, um

torneio de pênaltis, disputado durante o dia em um campo de futebol próximo a casa do matador.



BO da Polícia

Edinelson Chaul Bader, 37 anos, conhecido por Louro, matou com tiros de espingarda calibre 28, Ambrósio Rodrigues Pinto, 33 anos, o Boró e Edivan Oliveira Pinto, 35 anos, o Babalu.



Edinelson está foragido. Segundo moradores do local, ele é um sobrinho, que também teria participado da confusão e é suspeito de ter atingido uma das vítimas com uma enxada, deixaram o local após o duplo homicídio.

Os copos das duas vítimas estão no necrotério do hospital de Novo Airão, aguardando ser removidos para o IML.



POLÍCIA MILITAR DO AMAZONASAirão🚔

🚨 6° GPM�Airão🚔


*1. Data:* 22.05.2021


*2. Horário:* 22:00hrs


*3. Local:* KM 29, AM 352, NOVO AIRÃO.


4. Acusado:*

- Edinelson Chaul Bader, 37 anos



*5. Vítima:*

Ambrósio Rodrigues Pinto, 33 anos, o Boro e Edivan Oliveira Pinto, 35 anos, o Babalu.

- AMBRÓSIO RODRIGUES PINTO, 33 ANOS, VULGO BORÓ.

- EDIVAN OLIVEIRA PINTO, 35 ANOS, VULGO BABALU.



*7. Resumo da ocorrência*:



Por volta de 22:00 de 22/05/2021, foram assassinados por arma de fogo e golpes de enchada Ambrósio Rodrigues Pinto, vulgo Boró, 33 anos e Edivan Oliveira Pinto, 35 anos, vulgo babalu, ambos residentes em sítios no KM 28 da AM 352. O fato tem como acusado pelos moradores , Edinelson Chaul Nader, também morador das proximidades. Segundo testemunhas, todos estavam participavam de um torneio de pênaltis no local quando após o término do evento se desentenderam por motivos ainda desconhecidos. Edi nelson se armou com uma espingarda calibre 28 e partiu para atirar no Sr. Edivan, que para se proteger correu para casa de Ambrósio, que fatalmente recebeu um tiro por tentar apaziguar a contenda, logo em seguida Edivan também foi alvejado e não resistiu. Na tentativa de Socorre-los, um morador identificado João Abel Marinho de Souza, de 50 Anos , levou Babalu em seu automóvel mas não chegou com Vida a Unidade Hospitalar de Novo Airão. O caso segue sob investigação pela Polícia Civil com a apoio da Polícia Militar.



1 comentário