Buscar
  • Adauto Silva

Duas versões na morte de Jonas: homem foi executado na frente da propria mulher que nada pôde fazer



Jonas da Silva Barroso, 26 anos, saiu de casa com a mulher para ir a um comércio no bairro Novo Manacá, quando após ser abordado por dois homens que estavam em uma moto, foi morto a tiros.


Informações colhidas no local dão conta de duas versões para o caso: Em uma delas repassada à polícia o relato é de que a vítima ainda teria conversado com a dupla que pedia dinheiro emprestado, após Jonas negar, a vítima teria seguido andado, momento em que os executores deram a volta na moto para atirar de frente em Jonas.



Em outra versão Jonas teria sido surpreendido pelos dois homens que se aproximaram na moto e o grupo teria atirado na vítima sem dar chance de argumental algo ou se defender.



A Execução

O casal foi abordado pela dupla que se aproximou em uma motocicleta, após uma breve conversa Jonas seguiu seu caminho quando o garupa sacou uma arma e atirou contra a vítima que ainda correu para se esconder dentro de uma igreja evangélica, mas não resistiu e morreu no local.



As Investigações

A polícia militar foi acionada e depois de constatar a morte de Jonas, repassou o caso para a polícia Civil.


A polícia Civil segue as investigações do caso na linha de suposta execução por desafeto, uma vez que o crime não tem características de latrocínio, roubo seguido de morte, pois segundo a mulher da vítima não houve o anúncio de assalto.



O corpo foi encaminhado para o necrotério do município, de onde será encaminhado ao IML para os devidos procedimentos.



0 comentário