top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

Detran-AM e Polícia Militar atuam no combate aos “rolezinhos” e removem 141 motocicletas em estado

Atualizado: 6 de mar. de 2023

As remoções ocorreram dentro da Operação “Via Segura”, ocorrida entre quinta (02/03) e segunda-feira (06/03)

 

O Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), em parceria com a Polícia Militar do Amazonas (PMAM), deflagrou entre a noite da última quinta-feira (02/03) e a madrugada desta segunda-feira (06/03) a Operação “Via Segura”, com o objetivo de combater infrações de trânsito decorridas dos chamados “rolezinhos”. Ao todo, foram aplicadas 415 autuações e foram feitas 141 remoções de motocicletas com irregularidades.

 

Na manhã desta segunda-feira, durante coletiva de imprensa, na sede da instituição, no bairro Parque Dez, zona centro-sul de Manaus, o diretor-presidente do Detran-AM, Rodrigo de Sá, reforçou a importância da operação “Via Segura” e também da parceria com a PMAM.

 

“Essa prática não começou agora, já é algo antigo que o Detran-AM já combate, e vamos continuar combatendo as infrações que ocorrem durante esses ‘rolezinhos’. Prezamos, acima de tudo, pela segurança e a paz da população. Essa operação será uma constante para inibir tais práticas, além de evitar o desassossego de todos”, disse o diretor-presidente.  

 

Rodrigo de Sá ressaltou que além da parte punitiva, o órgão também visa a parte pedagógica, na qual é feita a orientação mediante a abordagem, para que essa prática não se perpetue.

 

“No momento que agimos, a população aprende que essa prática é irregular e não deve ter continuidade. Também destaco que o Detran Amazonas e a Polícia Militar não são contra essa atividade, porém ela deve ser feita em locais homologados e com a devida segurança”, destacou ele.

 

De acordo com o subcomandante-geral da PMAM, coronel Algenor Teixeira, a parceria com o Detran Amazonas busca manter a segurança diária da população. “As duas instituições firmam mais essa parceria para que as fiscalizações possam ser intensificadas, mantendo a segurança viária, e também para manter o âmbito legal. Estamos com todas as nossas unidades apoiando as operações do Detran, visando o melhor para a sociedade, onde o cidadão possa ter seu direito de ir e vir preservado”, declarou ele.

 

Região Metropolitana

 

Ainda de acordo com o subcomandante da PMAM, a Região Metropolitana, que abrange os municípios de Iranduba, Itacoatiara e Manacapuru (distantes 27, 176 e 68 quilômetros de Manaus, respectivamente), também está sendo alvo das fiscalizações com enfoque na parte pedagógica do trânsito. Já em Parintins (distante 369 quilômetros da capital), está ocorrendo a operação “30 dias”.

 

Conforme Arthur Cruz, gerente de operações do Detran-AM, essas ações buscam, também, reduzir o número de veículos com irregularidades que comprometam a segurança e prejudicam a ordem do sossego público, decorrido do barulho ocasionado pela descarga livre ou defeituosa. Da última quinta até a madrugada desta segunda-feira, foram removidos 64 veículos nas zonas leste e norte; 55, na zona oeste e 22, na zona sul.

 

“Durante as operações foram constatadas várias irregularidades, dentre elas condutores sem carteira de habilitação, licenciamento em atraso, condução de motocicleta sem capacete de segurança, sem retrovisores, sem qualquer uma das placas, calçados inadequados, descarga livre, lacre de identificação, violado/falsificado”, comentou ele.

 

Denúncia

 

Arthur Cruz revelou que com base em denúncias encaminhadas à Ouvidoria do Detran-AM, foi possível planejar e montar ações de segurança com a PMAM e também com a Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) e inibir três “rolezinhos”. Na tarde deste domingo, por exemplo, a fiscalização recebeu denúncia de que diversos motociclistas iriam realizar manobra perigosa na região do Parque Mosaico, bairro Planalto, zona centro-oeste.

 

Diante da informação, a equipe de operação conseguiu identificar, autuar e remover 18 motocicletas pela infração de utilizar veículo para demonstrar ou exibir manobra perigosa e por licenciamento em atraso.

 

O gerente de operação do Detran-AM reforça que para acionamento emergencial, a população deve ligar para o 190, o serviço oficial de chamadas da PMAM. Denúncias podem ser feitas pelo 181, o disk-denúncia da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) e também pelo e-mail da Ouvidoria da instituição (ouvidoria@detran.am.gov.br) ou pelo número (92) 3643-0022.

0 comentário

Kommentare


bottom of page