top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

Denúncia da família salva homem e mulher sequestrados por polícias em Manacapuru. O grupo extorquio os dois a procura de drogas


Segundo a família da vítima no início da manhã um grupo armado chegou à residência se apresentou como policiais e levaram duas pessoas da casa, João Ferreira de Matos, 30 anos e uma mulher de 24 anos. Após algumas horas, como os dois não foram apresentados em nenhuma delegacia, a família procurou a polícia.



Após a denúncia de possível sequestro, equites das Polícias Civil e Militar foram acionadas. No fim da tarde a polícia Civil interceptou o carro com os policiais civis na estrada AM 352 em Manacapuru e o grupo de Polícias militares foi preso em Novo Airão. Todos foram encaminhados a delegacia de polícia.



Segundo a vítima os policiais levaram mil reais da residência e os dois foram levados para Novo Airão para entregar uma carga de droga que supostamente o homem sabia onde está, antes de chegar ao suposto carregamento o grupo foi preso.



O grupo suspeito de extorsão mediante sequestro passou por audiência de custódia na tarde deste domingo, teve a prisão mantida. A decisão foi da juíza Scarlet Braga Barbosa Viana, e foi proferida após a prisão em flagrante dos agentes.



Onze pessoas foram presas, um delegado, três policiais civis, cinco militares e dois outros suspeitos que supostamente seriam informantes do grupo.



Policiais Presos

Polícias Civis

》Ericson de Souza Tavares - delegado do 6° DIP/Manaus

》Eliezio Alencar de castro - Investigador de Policia

》Anderson de Almeida Maia - Investigador de Polícia

》Alessandro Edwards da Cruz - Investigador de Policia


Policiais Militares


》Ueslei Rodrigues da Silva - Cabo PM

》Kemer Cruz Pimentel - cabo PM

》Jozimo Diniz da Silva - Cabo PM

》Eldon Nascimento de Souza - cabo PM

》Alexandro Conceição dos Santos - 3° sargento - PM

Civis

》Germano da Luz Junior - civil

》Edvaldo Ewerton Pinto de Souza - civil


Segundo a Secretária de Segurança Pública do Estado, o grupo já vinha sendo investigado pelas policiais Civil, militar, Grupo de Ações Especiais Contra o Crime Organizado-GAECO e o Ministério Público de Manacapuru, por extorsão.



O delegado e os policiais civis e militares foram transferidos para Manaus, os dois outros presos que não são policiais ficaram na carceragem da delegacia de Manacapuru. No início da noite deste domingo, o delegado e os três policiais civis foram levados em uma viatura da polícia Civil e os PMs foram trasferidos em um ônibus da polícia Militar, todos escoltados por viatura da ROCAM.



0 comentário

Comments


bottom of page