top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

Curso de maquiagem qualifica moradores do Prosamin+ para o mercado de trabalho

Atualizado: 5 de jul. de 2023

As capacitações, realizadas pela UGPE com o apoio do Cetam, ajudam a promover sustentabilidade das ações do programa 

 

Moradores do Parque Residencial Mestre Chico II, no bairro Cachoeirinha, zona sul de Manaus, contemplados pelo Programa Social e Ambiental de Manaus e Interior (Prosamin+), estão aprendendo os segredos e as técnicas de maquiagem profissional. O curso é oferecido pela Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Metropolitano (Sedurb). Tem a parceria do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam).



De acordo com o secretário estadual de Desenvolvimento Urbano e Metropolitano, engenheiro civil Marcellus Campêlo, o objetivo é oferecer oportunidade de formação profissional para o mercado de trabalho e para o empreendedorismo. “Essa parceria com o Cetam para capacitação dos beneficiários do Prosamin já tem oito anos. Com a iniciativa, o Governo do Amazonas abre oportunidade de crescimento social e econômico às famílias, após o processo de reassentamento. Os moradores ganham ou aprimoram habilidades, podendo contribuir para aumentar a renda familiar e progredir financeiramente”, destaca o secretário.



A professora do curso de maquiagem do Cetam, Jana Oliveira, conta que, após as 20 dias de aulas, os participantes estão aptos para o mercado, com diploma e certificado. “Nesse curso, que conta com a participação de 24 alunos, também estamos ensinando a técnica de aplicação de cílios e design de sobrancelhas. Eles poderão atender noivas em festas de casamento, aniversariantes e pessoas em geral, e até pensar em abrir o próprio negócio”, ressalta.


As aulas no Mestre Chico II estão estimulando a dona de casa Keila Oliveira a já fazer planos para o futuro próximo. “Eu pretendo levar em frente, praticar e investir. Meus planos são de entrar no mercado de trabalho e atender tanto em domicílio, quanto na minha casa”, afirma a aluna, que já avisou às vizinhas sobre o novo serviço para o qual está se qualificando.


A aluna Bruna Lagoa se inspirou nas aulas e nas histórias de vida contadas pela professora e, agora, pensa em transformar algo que era apenas um hobbie em uma fonte de renda. “Quando eu comecei a fazer maquiagem, era para usar em mim, mas agora, com esse curso, aprendi com ela sobre como posso trabalhar e ter uma renda”, afirmou.


Formação profissional

Desde 2015, já foram formados 2.452 profissionais nos cursos ministrados no Prosamin+. As capacitações estão sempre alinhadas às demandas sugeridas pelos moradores. Já foram oferecidos treinamentos para funções como assistente administrativo, recepcionista, conferente de mercadorias, estoquista, almoxarife, operador de caixa, repositor de mercadoria, instalação e manutenção de condicionadores de ar e informática básica. 



Nesta semana, equipes da UGPE fizeram sensibilização para iniciar novas turmas de atendente de farmácia, nos residenciais da Bacia do Educandos, compreendendo Cachoeirinha, Gilberto Mestrinho, Cajual, Jefferson Péres, Liberdade e entorno.


Para a subcoordenadora Social da UGPE, Viviane Dutra, a capacitação profissional mostra a preocupação do Prosamin+ com as famílias reassentadas de áreas de risco. “Os cursos possibilitam a entrada no mercado de trabalho e são uma maneira de dar sustentabilidade às famílias, uma vez que elas têm novas despesas”, observou.

0 comentário

Kommentare


bottom of page