Buscar
  • Adauto Silva

Criança desaparecida há dois anos é achada viva debaixo de escada. Os mistérios do desaparecimento

Por Itatiaia


Uma criança desaparecida foi encontrada em um espaço debaixo de uma escada após dois anos de buscas. Paislee Shultis, que tinha 4 anos, estava em uma casa a três horas de onde foi vista pela última vez em 13 de julho de 2019, na cidade de Saugerties, no vale do rio Hudson, no estado de Nova York (EUA). Segundo a ABC News, o espaço era “pequeno, frio e úmido”.



Os pais biológicos Kimberly Cooper, de 33 anos, e Kirk Shultis Jr., de 32, não tinham a custódia da menina. O casal foi acusado de colocar em risco à saúde e bem-estar da criança.


A polícia local explicou que Paislee estava saudável e foi entregue para o seu guardião legal.



Após receber denúncia, a polícia conseguiu um mandado de busca e seguiu para a casa em Saugerties. Chegando ao imóvel, Kirk Shultis disse que não via a menina desde que ela sumiu. Porém, quase uma hora depois de buscas, a polícia percebeu que havia algo errado com a escada do porão. Ao pegar uma lanterna, eles perceberam que os degraus eram falsos e fizeram a remoção. A criança estava escondida em uma pequena sala.


Além de Kirk Shultis, seu pai, de 57 anos, também foi indiciado pelo crime. Apesar disso, eles foram liberados e não podem mais se aproximar da criança. Já Kimberly tinha um mandado em aberto, foi indiciada e segue detida.


O imóvel onde a criança estava presa foi alvo de buscas algumas vezes, porém eles sempre negavam saber do paradeiro da menina.



A polícia segue investigando o caso e outras pessoas podem ser detidas.

0 comentário