top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdauto Silva

Cresce em 17,5% a geração de empregos no turismo amazonense

Atualizado: 16 de mar. de 2023

Destaques para aumento de empregos em meios de hospedagem, restaurantes e agências turismo

 

Impulsionada pelo reaquecimento no turismo, a geração de postos de trabalhos formais no segmento cresceu 17,5%, em 2022, em relação ao ano de 2020. O levantamento é do Governo do Amazonas, por meio da Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur), com base nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados da Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia.

 

A retomada do turismo resultou no saldo positivo de empregos, quase 3 mil vagas formais foram geradas em 2022, quando comparado com o ano anterior. Conforme dados do Caged, o aumento em 2022 foi de 9,7% em relação a 2021, o que representa saldo de 4.957 postos de trabalho de carteira assinada.

 

De acordo com o presidente da Amazonastur, Gustavo Sampaio, a confiança do segmento na melhora da economia e do turismo incentiva a contratação de profissionais.

 

“Isso se deve a um trabalho de regularização que estamos fazendo de maneira muito forte, a retomada de voos importantes, turistas nacionais e internacionais. Tudo isso fez com que a economia aquecesse e o segmento do turismo também, como consequência, mais contratações, mais emprego, mais renda aqui no estado do Amazonas”, afirmou o presidente.

 

Entre os setores que se destacaram no aumento de postos de trabalho, no período 2020-2022, estão os meios de hospedagens com crescimento de 46,7%, seguido por restaurantes (24,5%) e agências de turismo (11,4%). 

 

Alternativa econômica 

 

O levantamento demonstra o saldo da movimentação das admissões e desligamentos em determinado período. Em números absolutos, 33.136 pessoas encerraram o ano de 2022 atuando formalmente, direta ou indiretamente, no turismo amazonense. 

 

“Tendo o turismo 33 mil postos de empregos formais, diretos e indiretos, enquanto a Zona Franca tem 100 mil postos diretos ligados a esse modelo, está muito clara a ideia do governador Wilson Lima em transformar realmente o turismo em uma alternativa econômica à Zona Franca”, reforçou Sampaio. 

 

Formalização

 

A Amazonastur trabalha, em diversas frentes, promovendo a formalização da atividade turística, incentivando empresas a se regularizarem e entrarem para o Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur), ferramenta gratuita que conecta o visitante a estabelecimentos legais.

 

O sistema do Cadastur reúne um banco de dados com empresas de diversos ramos que atuam no turismo no Amazonas e em todo o Brasil. O turista, ao decidir o destino para onde quer, pode procurar no site do Cadastur uma lista completa dos estabelecimentos. Ao acessar o site (https://cadastur.turismo.gov.br) e clicar no Estado do Amazonas, por exemplo, o visitante tem acesso ao endereço, CNPJ, contato telefônico e outras informações do estabelecimento escolhido.

0 comentário

Commentaires


bottom of page